Receba as postagens deste blog

19.3.13

PROTESTE CONTRA A PRESENÇA DA MINISTRA MENICUCCI NA OAB DE MG

Proteste contra a presença da ministra Eleonora Menicucci na OAB de MG A ministra Eleonora Menicucci, titular da Secretaria da Presidência da República de Políticas para as Mulheres, foi convidada pela Ordem dos Advogados do Brasil, seccional de Minas Gerais, para participar das comemorações do Dia Internacional da Mulher realizadas por esta instituição no dia 20 de março. A ministra Menicucci defende abertamente o aborto como um "direito" da mulher e já declarou ter realizado abortos nela e em outras mulheres. É paradoxal que uma instituição dedicada a honrar a lei convide, na celebração do dia das mulheres, uma funcionária pública que promove ativamente a violação da lei e dos direitos humanos das mulheres - e homens - nascituros. Apesar dos esforços do governo federal, o aborto é crime no Brasil. Se você está em desacordo com a participação da ministra Menicucci na OAB de Minas Gerais, escreva respeitosamente para: Luis Claudio Chaves, presidente da OAB-MG, e-mail: joaocafenovais@joaocafenovais.adv.br , Helena Dalamonica, secretaria geral da OAB-MG, e-mail: hdelamonica@oabmg.org.br Também pode usar a página web da instituição para falar com o Presidente aqui. Você terá de solicitar um código que chegará ao seu e-mail. Sugerimos um texto breve, que pode ser como segue: --- "Sr. Luis Claudio Chaves, Presidente da OAB-MG. Sra. Helena Delamonica, Secretaria Geral da OAB-MG. Escrevo-lhes para manifestar minha perplexidade e meu desacordo com a presença da ministra Eleonora Menicucci na sede da benemérita Ordem dos Advogados do Brasil de Minas Gerais com o pretexto de celebrar o Dia da Mulher. Como alguém que defende e promove o aborto, que é crime no Brasil, se apresenta na casa daqueles que defendem e honram a Lei? Como se convida a um evento dessa natureza uma mulher que não reconhece os direitos das mulheres -e homens- nascituros? Gostaria que esse tipo de agravo à insigne instituição e à própria Lei não torne a se repetir. Respeitosamente,

Nenhum comentário:

Postar um comentário