Receba as postagens deste blog

21.9.10

LIBERDADE DE EXPRESSÃO (Nota dos Juristas de Cristo)

LIBERDADE DE EXPRESSÃO (Nota dos Juristas de Cristo)

LIBERDADE DE EXPRESSÃO (Nota dos Juristas de Cristo)
Seg, 20 de Setembro de 2010 19:00 israel


Os membros integrantes do Grupo “Juristas de Cristo”, agrupamento que reúne diversos profissionais do Direito de diferentes correntes denominacionais, com a finalidade de reflexão sobre o Cristianismo e a Cidadania, abaixo assinados,

CONSIDERANDO a grande repercussão alcançada pelo posicionamento do pastor Paschoal Piragine Jr. (Primeira Igreja Batista em Curitiba/PR) sobre as eleições 2010, expressa nas mais de 1,3 milhão de exibições no Youtube em apenas duas semanas, e

CONSIDERANDO que no dia 06/09/2010, a rádio CBN Curitiba publicou declarações do presidente do PT/Paraná, o Deputado Estadual Enio Verri, no sentido de que o pastor Paschoal deveria ser processado e preso em razão daquele, assim se manifestam:

A Constituição da República de 1988, no art. 5º, IV, consagra a liberdade de manifestação do pensamento, assegurando a exteriorização da opinião e a ausência de censura. Tal viabiliza a existência de um Estado Democrático de Direito, pautado no respeito aos direitos e garantias fundamentais, e conclama todos a participarem das decisões políticas (lato sensu) do país. Dessa feita, opinar contra ou a favor de determinado partido político ou ideologia é direito de todo cidadão.
Ademais, o Cristianismo, a partir da perspectiva do homem criado à imagem e semelhança de Deus, pode ser considerado como fundador da dignidade humana e precursor dos direitos humanos, responsável, inclusive, pelo respeito instituído aos filhos e à mulher no casamento. As escolas confessionais cristãs, por sua vez, tiveram importante papel na educação do país, por exemplo, com a inclusão das mulheres, das crianças pequenas e de pessoas pobres nas salas de aula. Além disso, o respeito à vida e ao próximo, bem como a luta contra a injustiça e a desigualdade social, são uma marca essencialmente cristã, pois “como vós quereis que os homens vos façam, façais vós também a eles” (Lucas 6.31).

No mesmo sentido, a Bíblia orienta a que oremos e nos sujeitemos ao governo secular (Romanos 13.1-7 e 1 Timóteo 2.1-2), “para que tenhamos uma vida quieta e sossegada, em toda a piedade e honestidade”. Assim, é nesse importante momento das eleições que os cristãos – assim como todos os demais cidadãos –, livres para o exercício do voto e da manifestação política, identificam nos candidatos e partidos as ideologias que lhes agradam, processo que culmina na escolha daqueles que estão mais alinhados com o que acreditam ser o melhor para o país.
Não estamos, aqui, posicionando-nos contra ou a favor de qualquer partido político. Por certo, vários fatores importam para que haja convergência ou não de ideias. Repudiamos, contudo, e nisso não pode haver discordância, qualquer tentativa de ao menos abrandar a extensão do direito constitucional de livre manifestação do pensamento.
O legítimo debate democrático nunca deve admitir a anulação do sagrado direito de expressão de opinião, qualquer que seja seu emitente, pastor ou não. Se assim não for, teríamos de defender a tirania e a censura, o que, indubitavelmente, não é o melhor para o Brasil.

Era o que nos cumpria.
- Alexandre dos Santos Priess (SC) - Advogado e Professor Universitário
- Antonia Maria de Castro Silva (MA) - Servidora Pública Federal. Especialista em Direito e Processo do Trabalho e Processo Civil
- Antonio Carlos da Rosa Silva Junior (MG) - Bacharel em Direito (UFJF) e Oficial de Apoio Judicial (TJMG)
- Belcorígenes de S. Sampaio Jr. (BA) - Advogado, Professor De Direito Constitucional, Mestre em Direito pela UFPE, Mestre em Direito (D.E.A) pela Universidade Burgus (Espanha), Doutorando em Direito pela Universidad de Burgos (Espanha)
- João Celso Moura de Castro (CE) - Advogado, Professor Universitário
- Fernanda Pontes Pimentel (RJ) - Professora/UFF, Mestre em Direito/UGF, Doutoranda em Sociologia e Direito/UFF
- Francisco Milton Araujo Junior (PA) - Juiz Federal do Trabalho, Mestre em Direito pela UFPA e Especialista em Higiene Ocupacional pela USP
- Isabel Karina Stein Souza (BA) - Advogada
- Jackson Salustiano (PA) - Advogado, Professor na UFPa
- Jean Carlos Dias (PA) - Advogado, Doutor em Direitos Fundamentais e Relações Sociais, Mestre em Instituições jurídico-políticas, Professor Universitário, Presidente da Comissao de Direitos Difusos da OAB/Pa
- João Damasceno Borges de Miranda (BA) - Advogado, professor universitário, consultor tributário e palestrante
- Ney Stany Morais Maranhão (PA) - Juiz Federal do Trabalho/PA, Mestre em Direito pela UFPA, Professor Universitário
- Paulo de Souza Freitas Júnior ( MT) - Advogado e Professor Universitário.
- Priscila da Mata Cavalcante - Promotora (PR) - Ministério Público do Paraná. Mestre em Direito Público pela UFBA
- Rodolfo Pamplona Filho (BA) - Juiz Titular da 1ª Vara do Trabalho de Salvador, Professor da UFBA e UNIFACS. Mestre e Doutor em Direito pela PUC/SP
- Rogério Greco (MG) - Procurador de Justiça do Ministério Público de Minas Gerais, Mestre em Ciências Penais pela UFMG e Doutor em Direito pela Universidade de Burgos/Espanha
- Sérgio Humberto de Quadros Sampaio (BA) - Juiz de Direito/BA, DEA em Direito pela Universidade de Burgos/Espanha, Doutorando em Direito pela Universidade de Burgos/Espanha
- Tatiana Larissa Mendes Sampaio (BA) - professora de Teoria do Estado e Ciência Política, bacharel em direito UESC, mestre em Humanidades - D.E.A. (Burgos - Espanha), doutoranda em Humanidades (Burgos/Espanha)
- Tiago Batista Freitas (BA) - Advogado, Professor Universitário, Mestre em Direito e Especialista em Direito Processual Civil pela UFBA
- William Douglas (RJ) - Juiz Federal/RJ, Professor, Mestre em Estado e Cidadania/UGF, Especialista em Políticas Públicas e Governo/EPPG-UFRJ

19.9.10

Em quem NÃO votar: lista de políticos gayzistas

Leia até o final e veja o candidato a Presidente da República, a vice, governadores e outros ...

Fonte: http://liberdadedeexpressao.multiply.com/journal/item/491
(para melhor leitura)

Sep 14, '10 11:30 AMpara todos
Lista de políticos em quem não votar

ATENÇÃO:

Uma LISTA com nomes de políticos em quem NÃO votar:

Mais de 220 deputados federais e 21 senadores que compõem atualmente a “Frente Parlamentar pela Cidadania GLBT”, isto é, uma frente organizada pelo agressivo lobby gay no Congresso Nacional em defesa da DITADURA GAYZISTA no Brasil. Que propõe, entre outras coisas, que crianças sejam doutrinadas no homossexualismo, que o Estado financie paradas gays e políticas de interesse do lobby, e que cidadãos sejam perseguidos e presos por se oporem a isso.

Observem que há políticos não só do PT, PCdoB e outros partidos assumidamente esquerdopatas, mas também do DEM, PSDB, PMDB, etc.

AVISEM SEUS FAMILIARES E AMIGOS PARA NÃO VOTAREM EM NENHUM DESTES POLÍTICOS, MUITOS DELES VERDADEIROS LOBOS EM PELE DE CORDEIRO!

DIVULGUEM!

Observação: Os nomes abaixo foram obtidos no site de ativismo político gay "Aliadas", e podem ser conferidos em: aliadas.org.br/site/congresso/depsen2.php?tip=Deputado aliadas.org.br/site/congresso/depsen2.php?tip=Senador Nestes links você pode também visualizar listas filtradas por partido ou estado.

Coordenação da Frente Parlamentar Gayzista: COORDENAÇÃO NACIONAL

Dep. Cida Diogo (PT/RJ) Presidente Sen. Geraldo Mesquita (PMDB/AC) Vice Presidente Dep. Manuela D'Ávila (PCdoB/RS) Coordenação de Mobilização e Divulgação Dep. Eduardo Valverde (PT/RO) Coordenação de Orçamento Dep. Mauricio Rands (PT/PE) Coordenação de Projetos de Lei Sen. Serys Slhessarenko (PT/MT) Coordenação – Senado Federal

COORDENAÇÕES ESTADUAIS

AC - Senador Siba Machado - PT AL - Deputado Mauricio Quintella - PDT AM - Deputada Vanessa Graziotin - PCdoB AP - Deputada Janete Capiberibe - PSB BA - Deputada Lidice da Mata - PSB CE - Deputado Eudes Xavier - PT DF - A definir ES - Deputada Iriny Lopes - PT GO - Deputado Pedro Wilson - PT MA - Deputado Flavio Dino - PCdoB MG - Deputada Jô Moraes - PCdoB MS - Deputado Antonio Biffi - PT MT - Deputado Carlos Abicalil - PT PA - Deputado Paulo Rocha - PT PB - Deputado Luiz Couto - PT PE - Deputado Carla Lapa - PSB PI - Deputado Antonio José Medeiros - PT PR - Deputado Dr. Rosinha - PT RJ - A definir RN - Deputada Fátima Bezerra - PT RO - Senadora Fátima Cleide - PT RR - Deputada Maria Helena - PSB RS - Deputada Maria do Rosário - PT SC - Senadora Ideli Salvati - PT SE - Deputado Iran Barbosa - PT SP - Deputado Paulo Teixeira - PT TO - O estado do TO não possui parlamentar na Frente


Membros:
CÂMARA DOS DEPUTADOS

Nome
Estado
Partido
Afonso Hamm
RS
PP
Alceni Guerra - Licenciado
PR
DEM
Aldo Rebelo
SP
PCdoB
Alexandre Santos
RJ
PMDB
Alice Portugal
BA
PC do B
André de Paula
PE
DEM
André Vargas
PR
PT
Andréia Zito
RJ
PSDB
Aníbal Gomes
CE
PMDB
Anselmo de Jesus
RO
PT
Antônio Carlos Biffi
MS
PT
Antônio Carlos Magalhães Neto
BA
DEM
Antônio José Medeiros - Licenciado
PI
PT
Antônio Roberto
MG
PV
Ariosto Holanda
CE
PSB
Arnaldo Faria de Sá
SP
PTB
Arnaldo França Vianna
RJ
PDT
Arnaldo Jardim
SP
PPS
Arnon Bezerra
CE
PTB
Asdrubal Mendes Bentes
PA
PMDB
Assis Miguel do Couto
PR
PT
Ayrton Xerez - Suplência
RJ
DEM
Ângela Portela
RR
PT
Ângelo Vanhoni
PR
PT
Bernardo Ariston
RJ
PMDB
Beto Albuquerque
RS
PSB
Beto Faro
PA
PT
Brizola Neto
RJ
PDT
Bruno Araújo
PE
PSDB
Bruno Rodrigues
PE
PSDB
Carlos Abicalil
MT
PT
CARLOS BENEVIDES
CE
PMDB
Carlos Santana
RJ
PT
Carlos Zarattini
SP
PT
Cândido Vacarezza
SP
PT
Celso Russomano
SP
PP
Chico Alencar
RJ
PSOL
Chico D’Angelo
RJ
PT
Chico Lopes
CE
PC do B
Cida Diogo
RJ
PT
Ciro Gomes
CE
PSB
Clovis Fecury
MA
DEM
Colbert Martins
BA
PPS
Dalva Figueiredo
AP
PT
Daniel Almeida
BA
PC do B
Darcisio Perondi
RS
PMDB
Deley
RJ
PSC
Devanir Ribeiro
SP
PT
Décio Lima
SC
PT
Domingos Dutra
MA
PT
Dr. Basegio - Suplência
RS
PDT
Dr. Paulo César
RJ
PR
Dr. Rosinha
PR
PT
Edigar “Mão Branca”
BA
PV
Edmilson Valentim
RJ
PC do B
Edson Duarte
BA
PV
Eduardo Barbosa
MG
PSDB
Eduardo Valverde
RO
PT
Eliene Lima
MT
PP
Elismar Prado
MG
PT
Emília Fernandes
RS
PT
Ernandez Amorim
RO
PTB
Eudes Xavier
CE
PT
Eugênio Rabelo
CE
PP
Eunício de Oliveira
CE
PMDB
Evandro Milhomem
AP
PC do B
Fábio Faria
RN
PMN
Fátima Bezerra
RN
PT
Felipe Bornier
RJ
PHS
Fernando Coelho
PE
PSB
Fernando Coruja
SC
PPS
Fernando de Fabinho
BA
DEM
Fernando Ferro
PE
PT
Fernando Gabeira
RJ
PV
Fernando Lopes
RJ
PMDB
Fernando Marroni
RS
PT
Fernando Melo
AC
PT
Flávio Dino
MA
PC do B
Francisco Rodrigues
RR
DEM
Gastão Vieira
MA
PMDB
Geraldo Magela
DF
PT
Glauber Braga
RJ
PSB
Gonzaga Patriota
PE
PSB
Guilherme Campos
SP
DEM
Gustavo Fruet
PR
PSDB
Henrique Fontana
RS
PT
Hermes Parcianello
PR
PMDB
Indio Costa
RJ
DEM
Iram Barbosa
SE
PT
Iriny Lopes
ES
PT
Ivan Valente
SP
PSOL
Jackson Barreto
SE
PMDB
Jaime Martins
MG
PL
Janete Capiberibe
AP
PSB
Janete Pietá
SP
PT
Jerônimo Reis
SE
DEM
Jilmar Tatto
SP
PT
João Bittar
MG
DEM
João Dado
SP
PDT
João Leão
BA
PP
João Magalhães
MG
PMDB
João Paulo Cunha
SP
PT
João Pizzolatti
SC
PP
Jorge Bittar - Licenciado
RJ
PT
Jorge Boeira
SC
PT
JORGE KHOURY
BA
DEM
Joseph Bandeira
BA
PT
JOSÉ CARLOS LEÃO DE ARAÚJO
BA
PR
José Eduardo Cardoso
SP
PT
José Fernando de Oliveira
MG
PV
José Genuíno
SP
PT
José Guimarães
CE
PT
José Otávio Germano
RS
PP
José Pimentel - Licenciado
CE
PT
Jô Moraes
MG
PC do B
Julião Amin
MA
PDT
Jurandil Juarez
AP
PMDB
Júlio César
PI
DEM
Lelo Coimbra
ES
PMDB
Leonardo Picciani
RJ
PMDB
Lindomar Garçon
RO
PV
Lídice da Mata
BA
PSB
Lucenira Pimentel
AP
PR
LUCIANA DE ALMEIDA COSTA
SP
PR
Luciana Genro
RS
PSOL
Luciano de Castro
RR
PR
Luciano Pizzatto
PR
DEM
Luiz Alberto
BA
PT
LUIZ CARREIRA
BA
DEM
Luiz Couto
PB
PT
Luiz Fernando
MG
PP
Luiza Erundina
SP
PSB
Mainha
PI
DEM
Manuela D’Avila
RS
PC do B
Marcelo Almeida
PR
PMDB
Marcelo Teixeira
CE
PSDB
Marco Maia
RS
PT
Marcondes Gadelha
PB
PSB
Marcos Medrado
BA
PDT
Marcos Montes
MG
DEM
Maria do Rosário
RS
PT
Maria Gorete Pereira
CE
PR
Maria Helena
RR
PPS
Maria Lúcia Cardoso
MG
PMDB
Marina Maggessi
RJ
PPS
Mauricio Quintella
AL
PDT
Maurício Rands
PE
PT
MAURÍCIO TRINDADE
BA
PR
Mauro Nazif
RO
PSB
Mário Heringer
MG
PDT
Michel Temer
SP
PMDB
Miguel Corrêia Júnior
MG
PT
MOISÉS AVELINO
TO
PMDB
Nelson Bornier
RJ
PMDB
Nelson Marquezelli
SP
PTB
Nelson Pellegrino
BA
PT
Nelson Pellegrino - Licenciado
BA
PT
Nelson Proença
RS
PPS
Nelson Trad
MS
PMDB
Neudo Campos
RR
pp
Nilson Mourão
AC
PT
Nilson Pinto
PA
PSDB
Osmar Júnior
PI
PC do B
Osmar Serraglio
PR
PMDB
Oswaldo Reis
TO
PMDB
Paes Landin
PI
PTB
Paulo Lustosa
CE
PMDB
PAULO PEREIRA DA SILVA
SP
PDT
Paulo Pimenta
RS
PT
Paulo Rocha
PA
PT
Paulo Rubem Santiago
PE
PDT
Paulo Teixeira
SP
PT
Pedro Eugênio
PE
PT
Pedro Wilson
GO
PT
Pepe Vargas
RS
PT
Perpétua Almeida
AC
PC do B
Pinto Itamaraty
MA
PSDB
Pompeu de Mattos
RS
PDT
Praciano
AM
PT
Prof Raquel Teixeira
GO
PSDB
PROFESSOR RUY PAULETTI
RS
PSDB
Professor Sétimo Waquim
MA
PMDB
Ratinho Jr.
PR
PPS
Raul Jungmann
PE
PPS
Rebecca Garcia
AM
PP
Reginaldo Lopes
MG
PT
Regis de Oliveira
SP
PSC
Renato Molling
RS
PP
Ribamar Alves
MA
PSB
Ricardo Berzoini
SP
PT
Rita Camata
ES
PMDB
Roberto Brito
BA
PP
Rodrigo Maia
RJ
DEM
Rodrigo Rollemberg
DF
PSB
Rogério Lisboa
RJ
DEM
Rose de Freitas
ES
PMDB
Rômulo Gouveia
PB
PSDB
Rubens Otoni Gomide
GO
PT
Sandes Jr.
GO
PP
Sandra Rosado
RN
PSB
Severiano Alves
BA
PDT
Sérgio B. Carneiro
BA
PT
Silas Brasileiro
MG
PMDB
Silvio Lopes
RJ
PSDB
Simão Sessim
RJ
PP
Solange Amaral
RJ
DEM
Tatico
GO
PTB
Thelma Oliveira
MT
PSDB
Uldorico Pinto
BA
PMN
Valadares Filho
SE
PSB
Vanessa Grazziotin
AM
PC do B
Vicentinho
SP
PT
Vicentinho Alves
TO
PR
Vignatti
SC
PT
Virgílio Guimarães
MG
PT
Waldir Maranhão Cardoso - Licenciado
MA
PP
Washington Luiz
MA
PT
Wellington A. Fagundes
MT
PR
Wilson Braga
PB
PMDB
Wilson Santiago
PB
PMDB
Zezéu Ribeiro
BA
PT
Zé Geraldo
PA
PT
Zé Gerardo
CE
PMDB


SENADO FEDERAL
Nome
Estado
Partido
Alfredo Nascimento - LICENCIADO
AM
PR
Antonio Carlos Valadares
SE
PSB
Arthur Virgílio
AM
PSDB
Augusto Botelho
RR
PT
Cristovam Buarque
DF
PDT
Delcídio Amaral
MS
PT
Eduardo Suplicy
SP
PT
Fátima Cleide
RO
PT
Flávio Arns
PR
PT
FRANCISCO DORNELLES
RJ
PP
Geraldo Mesquita Jr.
AC
PMDB
Ideli Salvatti
SC
PT
Inácio Arruda
CE
PC do B
João Pedro
AM
PT
JOÃO RIBEIRO
TO
PR
José Nery
PA
PSOL
MARCONI PERILO
GO
PSDB
Patrícia Saboya
CE
PSB
Paulo Paim
RS
PT
Serys Slhessarenko
MT
PT
SÉRGIO GUERRA
PE
PSDB



NÃO VOTE EM NENHUM DESTES POLÍTICOS!




* * *



Informação adicional:


Como se vê na listagem acima, não apenas parlamentares de partidos esquerdistas e explicitamente gayzistas, como PT, PCdoB e PSOL, fazem parte da Frente pró-homossexualismo, mas também vários políticos tidos como de "direita" (DEM, PSDB, PP, etc). Isto demonstra o quanto a ideologia "politicamente correta" e gayzista está presente em diversos partidos que aparentam se opor ao esquerdismo mais explícito, os quais muita gente costuma acreditar que são "confiáveis".

Rodrigo Maia (DEM/RJ, presidente nacional do partido), por exemplo, faz parte da frente gayzista e teve importante atuação na "aprovação" do PLC 122/2006 (antigo PL 5003/2001) na Câmara. Colocou o projeto em regime de urgência e participou de ações que culminaram com o PL sendo aprovado na base da tramóia, numa votação surpresa e com a Casa esvaziada, no apagar das luzes de 2006.

Aliás, seu pai, César Maia (DEM/RJ), também tem atuado de maneira favorável aos interesses do lobby gay, como revelam estes sites:

Transparência Cristã: http://transparenciacrista.blogspot.com

Alerta Cristãos do Rio de Janeiro - Um alerta às comunidades EVANGÉLICAS e CATÓLICAS sobre as ELEIÇÕES 2010: http://alertacristaos.wordpress.com

Holofote - Paulo Teixeira (RJ): http://holofote.net

Twitters:
http://twitter.com/sou_familia
http://twitter.com/transpar_crista
http://twitter.com/cristaos_brasil
http://twitter.com/paulo__teixeira

O deputado Índio da Costa (DEM/RJ), que é candidato a vice-presidente na chapa de José Serra (PSDB/SP) e tem sido incensado como um ícone da oposição ao PT, é membro da frente.

Também José Serra teve, como governador de São Paulo, atuação favorável a interesses do lobby homossexual. Entre outras ações, criou clínicas exclusivas para gays e travestis e inaugurou uma escola de militância gay para adolescentes em Campinas, em parceria com uma ONG e com o Ministério da Cultura do governo petista. A escolinha gay, bancada com dinheiro público, tem até curso de formação de drag-queens.

Lamentavelmente, alguns cristãos e pessoas ligadas ao movimento pró-vida têm se alegrado com um suposto compromisso de Índio e Serra com a não legalização do aborto, acreditando numa imaginária oposição destes políticos à agenda anti-cristã e anti-família, mas desconhecendo completamente a atuação deles a favor de movimentos abortistas e gayzistas.

Com relação à frente parlamentar gay, cuja composição atual é listada acima, é bom observar que há vários outros políticos que já participaram dela anteriormente, mas não foram reeleitos em 2006 ou foram ocupar outros cargos no Executivo.

Por exemplo:

Sérgio Cabral (PMDB/RJ),
Laura Carneiro (DEM/RJ),
Eduardo Paes (PSDB/RJ),
Iara Bernardi (PT/SP) (autora da lei da mordaça gay),
Luciano Zica (PT/SP),
Jandira Feghali (PCdoB/RJ),
Babá (ex-PT/PA, atualmente PSOL/RJ),
Leonardo Mattos (PV/MG),

e outros.

Muita atenção a estes nomes, que continuam na disputa eleitoral, concorrendo atualmente a diversos cargos no Legislativo e Executivo.

Uma lista com a composição da frente gayzista "pela cidadania LGBT" (que originalmente se chamava "Frente Parlamentar Mista pela Livre Expressão Sexual") no final de 2003 pode ser vista abaixo. Esta lista ajuda a complementar a exposta mais acima, pois traz alguns nomes de políticos que já participaram da Frente em seu período inicial mas agora estão em outros postos.


8/3/2004

LOBBY GAY NO CONGRESSO NACIONAL

LISTA DE POLÍTICOS A SERVIÇO DO LOBBY GLBT INTERNACIONAL DENTRO DO CONGRESSO NACIONAL. ESTES PARLAMENTARES RECEBEM E "TRABALHAM" PARA DAR PRIVILÉGIOS ESPECIAIS AOS HOMOSSEXUAIS, E INVENTAR LEIS PARA REPRIMIR E INTIMIDAR OS CIDADÃOS QUE PENSAM DIFERENTE DO QUE A GAYSTAPO DETERMINA. Criada em 8 de outubro de 2003, a Frente Parlamentar Mista pela "Livre Expressão Sexual" é composta por 59 deputados/as e 7 senadores/as: DEPUTADAS E DEPUTADOS Alice Portugal PC do B/BA Aloysio Nunes Ferreira PSDB/SP Ary Vanazzi PT/RS Babá PT/PA Carlito Merss PT/SC Carlos Abicalil PT/MT Chico Alencar PT/RJ Cláudio Vignatti PT/SC Colbert Martins PPS/BA Daniel Almeida PCdoB/BA Denise Frossard PSDB/RJ Dra. Clair PT/PR Dr. Rosinha PT/PR Eduardo Paes PSDB/RJ Eduardo Valverde PT/RO Fátima Bezerra PT/RN Fernando Ferro PT/PE Fernando Gabeira Sem Partido/RJ Feu Rosa PP/ES Gastão Vieira PMDB/MA Henrique Fontana PT/RS Iara Bernardi PT/SP Irineu Colombo PT/PR Iriny Lopes PT/ES Ivan Valente PT/SP Ivo José PT/MG Jaime Martins PL/MG Janete Capiberibe PSB/AP João Alfredo PT/CE João Grandão PT/MS João Pizzolatti PP/SC José Pimentel PT/CE José Roberto Arruda PFL/DF Laura Carneiro PFL/RJ Leonardo Mattos PV/MG Luciana Genro PT/RS Luciano Zica PT/SP Luci Choinacki PT/SC Luiz Alberto PT/BA Maninha PT/DF Maria do Rosário PT/RS Maria Perpétua Almeida PC do B/AC Mário Heringer PDT/MG Maurício Rands PT/PE Mauro Passos PT/SC Medeiros PL/SP Neyde Aparecida PT/GO Orlando Fantazzini PT/SP Paulo Rubem Santiago PT/PE Raquel Teixeira PSDB/GO Roberto Gouveia PT/SP Roberto Jefferson PTB/RJ Roberto Pessoa PL/CE Rodolfo Pereira PDT/RR Romeu Queiroz PT/MG Severiano Alves PDT/BA Tarcísio Zimmermann PT/RS Telma de Souza PT/SP Vittorio Medioli PSDB/MG SENADORAS E SENADORES Ana Júlia Carepa PT/PA Arthur Virgílio PSDB/AM Eduardo Suplicy PT/SP Ideli Salvatti PT/SC Paulo Paim PT/RS Sérgio Cabral PMDB/RJ Serys Slhessarenko PT/MT O CONSELHO EXECUTIVO É FORMADO POR: Coordenação Geral Mista: Deputada Iara Bernardi (PT/SP) e Senadora Ideli Salvati (PT/SC) Secretaria-executiva: Deputado Luciano Zica (PT/SP) Conselho Região Norte: Senador Arthur Virgílio (PSDB/AM) Conselho Região Nordeste: Deputada Fátima Bezerra (PT/RN), Deputado Luiz Alberto (PT/BA) Conselho Região Centro Oeste: Deputada Maninha (PT/DF) Conselho Região Sudeste: Deputado Leonardo Mattos (PV/MG), Senador Sérgio Cabral (PFL/RJ), Deputado Roberto Jefferson (PTB/RJ), Deputada Laura Carneiro (PFL/RJ), Deputado Fernando Gabeira(sem partido/RJ) Conselho Região Sul: Deputada Maria do Rosário (PT/RS) Proposta - A Frente propõe e executa ações que combatem a homofobia e articula a apresentação e aprovação de proposições legislativas de interesse da comunidade de gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais brasileiros. Prioridade para projetos que garantem direitos à comunidade GLBTT PL 5003/01 de autoria da Deputada Iara Bernardi, que determina sanções às práticas discriminatórias em razão da orientação sexual das pessoas. Última ação: está na Comissão de Constituição e Justiça e de Redação (CCJR) com relatoria a cargo do Dep. Aloysio Nunes Ferreira. PL 1151/95 de autoria da ex-Deputada Marta Suplicy, que disciplina a união civil entre pessoas do mesmo sexo. Última ação: está no Plenário desde 2001. PL 70/95 de autoria do Deputado José Coimbra, que dispõe sobre intervenções cirúrgicas que visem à alteração de sexo. Última ação: está no Plenário desde 1999 com requerimento de urgência.

Fonte: http://www.jesussite.com.br/noticas_detalhe.asp?id_news=16




Complementando:

Além dos políticos mencionados acima, há também uma lista, em construção, de 50 candidatos que já se comprometeram formalmente com a Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT) a trabalhar pelos interesses da militância gayzista, como mostra a matéria abaixo, publicada num site gay. Nela vemos nomes como os de Plínio de Arruda Sampaio (PSOL/SP), candidato a presidente da República, Roberto Requião (ex-governador do Paraná, atualmente candidato ao Senado pelo PMDB naquele estado), e Nilmário Miranda (PT/MG), ex-ministro dos Direitos Humanos do Governo Lula e candidato a deputado federal, dentre outros.

Quinta-feira, 12 de Agosto de 2010
ELEIÇÕES 2010
Comprometidos
ABGLT divulga lista parcial de candidatos que assinaram compromisso com as causas dos homossexuais
por Redação MundoMais
SÃO PAULO – A Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT) divulgou nesta quinta-feira, 12, a lista parcial de candidatos que assinaram o termo de compromisso Voto contra a Homofobia, Defendo a Cidadania, elaborado pela Associação, em 29 de julho. A lista parcial conta com 50 assinaturas.
Dos candidatos ao posto de presidente, Plínio de Arruda Sampaio (PSOL-SP) foi o único a assinar. Já candidato ao Senado, o ex-governador do Paraná Roberto Requião (PMDB-PR) – que tem um histórico de comentários aloprados com os homossexuais – foi o único a assinar.
Já ao posto dos governos estaduais, os candidatos Geddel Vieira Lima (PMDB-BA), José Maranhão (PMDB-PB) e Paulo Búfalo (PSOL-SP) assinaram o termo de compromisso. Quanto aos deputados federais, este número é de 25, e 20 de candidatos a deputados estaduais.
De todos que assinaram, sete são assumidamente gays, uma é travesti e 42 aliados ou simpatizantes às causas LGBT. Nenhuma lésbica assinou até agora. Uma das reivindicações do termo de compromisso da ABGLT é em defesa do Estado laico, no qual não há nenhuma religião oficial, as manifestações religiosas são respeitadas, mas não devem interferir nas decisões governamentais.
Projetos de lei – No Legislativo, a campanha pede o compromisso com a apresentação e aprovação de projetos de lei que promovam os direitos das pessoas LGBT, com ênfase no combate à discriminação, o reconhecimento legal das uniões estáveis entre pessoas do mesmo sexo, e o uso do nome social de travestis e transexuais. Já no Executivo, a ABGLT quer que os políticos se comprometam com a implementação das decisões da 1ª Conferência Nacional LGBT e das Conferências Estaduais LGBT (2008). Veja a lista dos candidatos que assinaram:
Presidência da RepúblicaPlínio Arruda Sampaio PSOL 40
SenadoUF Nome Partido Nº PR Roberto Requião PMDB 151
Câmara dos DeputadosUF Nome Partido Nº LGBT/Aliado(a)BA ED Brasil PPS 2323 AliadoGO Marina Sant’Anna PT 1314 AliadaMG Nilmário Miranda PT 1331 AliadoMG Osmar Rezende PV 4324 GMG Sander Simaglio PV 4363 GPB Luiz Couto PT 1345 AliadoPB Socorro Pimentel PT 1353 AliadaPR Dr. Rosinha PT 1313 AliadoRJ Gabriela Leite PV 4301 AliadaRJ Jean Wyllys PSOL 5005 GRJ Renato Cinco PSOL 5055 AliadoRJ Vladimir Palmeira PT 1351 AliadoRS Paulo Pimenta PT 1307 AliadoRS Roberto Seitenfus PSOL 5070 GSC Leonel Camasão PSOL 5050 AliadoSE Iran Barbosa PT 1390 AliadoSP José genoino PT 1313 AliadoSP Iara Bernardi PT 1310 AliadaSP Ivan Valente PSOL 5050 AliadoSP Mara Gabrilli PSDB 4517 AliadaSP Mateus Novaes PSOL 5095 AliadoSP Maurício Costa PSOL 5013 AliadoSP Paulo Teixeira PT 1398 AliadoSP Renato Simões PT 1366 AliadoSP Sargento Fernando Alcântara PSB 4010 G
GovernadorUF Nome Partido NºBA Geddel Vieira Lima PMDB 15PB José Maranhão PMDB 15SP Paulo Búfalo PSOL 50
Assembleias LegislativasUF Nome Partido Nº LGBT/Aliado(a)AM Samara Soares PCdoB 65024 AliadaBA Almir Melo PMDB 15555 AliadoBA Lula Maciel PT 13800 AliadoBA Marcelino Galo PT 13140 AliadoBA Vânia Galvão PT 13133 AliadaDF Alex Alves PDT 12789 AliadoDF Julio Cárdia PV 43024 GDF Michel Platini PT 13021 GMG Labenert Mendes PT 13107 AliadoMT Kiko (Odorico Ferreira Cardoso Neto) PT 13613 AliadoPB Fernanda Benvenutty PT 13222 TPB Socorro Brito PT 13135 AliadaPR Fábio Camargo PTB 14014 AliadoPR Professor Lemos PT 13013 AliadoPR Tadeu Veneri PT 13131 AliadoRJ Leonardo Giordano PT 13130 AliadoSC Willian Conceição PSOL 50050 AliadoSP Carlos Giannazi PSOL 50789 AliadoSP Eduardo Amaral PSOL 50740 AliadoSP Ibraim PMDB 15100 Aliado
Fonte: mundomais.com.br/exibemateria2.php?idmateria=1598




Ver também:

Frente parlamentar gayzista: um breve histórico - http://liberdadedeexpressao.multiply.com/journal/item/490




Se você preza a liberdade de expressão e religião e não quer ter seus direitos violentados pela imposição dos interesses totalitários da militância gayzista,

NÃO VOTE EM NENHUM DESTES POLÍTICOS!

HISTÓRICO DA FRENTE PARLAMENTAR GAYSISTA

Fonte: http://liberdadedeexpressao.multiply.com/journal/item/490

Frente parlamentar gayzista: um breve histórico

A "Frente Parlamentar pela Cidadania GLBT" foi criada em 8 de outubro de 2003 com o nome de "Frente Parlamentar Mista pela Livre Expressão Sexual", iniciativa de grupos de ativismo gay comandados pela Associação Brasileira de Bissexuais, Gays, Lésbicas e Transgêneros (ABGLT), por meio de um projeto chamado "Aliadas". Tem como objetivo cooptar e reunir deputados federais e senadores, de diversos partidos, para que trabalhem em função dos interesses do lobby gay. Tais interesses incluem financiamentos públicos para "paradas de orgulho gay" e demais políticas pró-gayzismo, como projetos de doutrinação homossexual para crianças e adolescentes nas escolas e a criação de leis que beneficiem a comunidade homossexual e a militância gay e que criminalizem cristãos ou quaisquer pessoas que discordem de suas vontades e planos, caso, por exemplo, do PLC 122/06 (originalmente PL 5.003/2001, de autoria da deputada Iara Bernardi do PT/SP).
Uma lista com a composição da frente gay (que originalmente se chamava "Frente Parlamentar Mista pela Livre Expressão Sexual" e no final de 2003 contava com 66 congressistas: 59 deputados e 7 senadores) pode ser vista aqui, nesta mensagem, do início de 2004, que já mostra a reação de pessoas atentas ao avanço gayzista:


8/3/2004

LOBBY GAY NO CONGRESSO NACIONAL

LISTA DE POLÍTICOS A SERVIÇO DO LOBBY GLBT INTERNACIONAL DENTRO DO CONGRESSO NACIONAL. ESTES PARLAMENTARES RECEBEM E "TRABALHAM" PARA DAR PRIVILÉGIOS ESPECIAIS AOS HOMOSSEXUAIS, E INVENTAR LEIS PARA REPRIMIR E INTIMIDAR OS CIDADÃOS QUE PENSAM DIFERENTE DO QUE A GAYSTAPO DETERMINA. Criada em 8 de outubro de 2003, a Frente Parlamentar Mista pela "Livre Expressão Sexual" é composta por 59 deputados/as e 7 senadores/as: DEPUTADAS E DEPUTADOS Alice Portugal PC do B/BA Aloysio Nunes Ferreira PSDB/SP Ary Vanazzi PT/RS Babá PT/PA Carlito Merss PT/SC Carlos Abicalil PT/MT Chico Alencar PT/RJ Cláudio Vignatti PT/SC Colbert Martins PPS/BA Daniel Almeida PCdoB/BA Denise Frossard PSDB/RJ Dra. Clair PT/PR Dr. Rosinha PT/PR Eduardo Paes PSDB/RJ Eduardo Valverde PT/RO Fátima Bezerra PT/RN Fernando Ferro PT/PE Fernando Gabeira Sem Partido/RJ Feu Rosa PP/ES Gastão Vieira PMDB/MA Henrique Fontana PT/RS Iara Bernardi PT/SP Irineu Colombo PT/PR Iriny Lopes PT/ES Ivan Valente PT/SP Ivo José PT/MG Jaime Martins PL/MG Janete Capiberibe PSB/AP João Alfredo PT/CE João Grandão PT/MS João Pizzolatti PP/SC José Pimentel PT/CE José Roberto Arruda PFL/DF Laura Carneiro PFL/RJ Leonardo Mattos PV/MG Luciana Genro PT/RS Luciano Zica PT/SP Luci Choinacki PT/SC Luiz Alberto PT/BA Maninha PT/DF Maria do Rosário PT/RS Maria Perpétua Almeida PC do B/AC Mário Heringer PDT/MG Maurício Rands PT/PE Mauro Passos PT/SC Medeiros PL/SP Neyde Aparecida PT/GO Orlando Fantazzini PT/SP Paulo Rubem Santiago PT/PE Raquel Teixeira PSDB/GO Roberto Gouveia PT/SP Roberto Jefferson PTB/RJ Roberto Pessoa PL/CE Rodolfo Pereira PDT/RR Romeu Queiroz PT/MG Severiano Alves PDT/BA Tarcísio Zimmermann PT/RS Telma de Souza PT/SP Vittorio Medioli PSDB/MG SENADORAS E SENADORES Ana Júlia Carepa PT/PA Arthur Virgílio PSDB/AM Eduardo Suplicy PT/SP Ideli Salvatti PT/SC Paulo Paim PT/RS Sérgio Cabral PMDB/RJ Serys Slhessarenko PT/MT O CONSELHO EXECUTIVO É FORMADO POR: Coordenação Geral Mista: Deputada Iara Bernardi (PT/SP) e Senadora Ideli Salvati (PT/SC) Secretaria-executiva: Deputado Luciano Zica (PT/SP) Conselho Região Norte: Senador Arthur Virgílio (PSDB/AM) Conselho Região Nordeste: Deputada Fátima Bezerra (PT/RN), Deputado Luiz Alberto (PT/BA) Conselho Região Centro Oeste: Deputada Maninha (PT/DF) Conselho Região Sudeste: Deputado Leonardo Mattos (PV/MG), Senador Sérgio Cabral (PFL/RJ), Deputado Roberto Jefferson (PTB/RJ), Deputada Laura Carneiro (PFL/RJ), Deputado Fernando Gabeira(sem partido/RJ) Conselho Região Sul: Deputada Maria do Rosário (PT/RS) Proposta - A Frente propõe e executa ações que combatem a homofobia e articula a apresentação e aprovação de proposições legislativas de interesse da comunidade de gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais brasileiros. Prioridade para projetos que garantem direitos à comunidade GLBTT PL 5003/01 de autoria da Deputada Iara Bernardi, que determina sanções às práticas discriminatórias em razão da orientação sexual das pessoas. Última ação: está na Comissão de Constituição e Justiça e de Redação (CCJR) com relatoria a cargo do Dep. Aloysio Nunes Ferreira. PL 1151/95 de autoria da ex-Deputada Marta Suplicy, que disciplina a união civil entre pessoas do mesmo sexo. Última ação: está no Plenário desde 2001. PL 70/95 de autoria do Deputado José Coimbra, que dispõe sobre intervenções cirúrgicas que visem à alteração de sexo. Última ação: está no Plenário desde 1999 com requerimento de urgência.


Fonte: Jesus Site - http://www.jesussite.com.br/noticas_detalhe.asp?id_news=16

A militância gay continuou seu trabalho de cooptação e aliciamento de políticos e, entre 2003 e 2006, a frente gayzista no Congresso Nacional cresceu. Em algum momento neste período, já contava com 94 parlamentares (85 deputados federais e 6 senadores), como se vê na mensagem abaixo:

Lista dos(as) deputados(as) e senadores (as) da Frente Parlamentar Mista pela Livre Orientação Sexual - estes deputados e senadores parecem considerar todas as formas de expressão sexual boas para a família, para a criança e o adolescente - não devemos votar nestes Deputados e Senadores: 1. ALICE PORTUGAL – PC DO B/BA2. ANA GUERRA – PT/MG3. ANDRÉ COSTA – PDT/RJ4. ANDRÉ FIGUEIREDO – PDT/CE5. ANIBAL GOMES - PMDB/CE6. ANTONIO CAMBRAIA – PSDB/CE7. ANTONIO CARLOS BISCAIA – PT/RJ8. ANTONIO JOAQUIM – PSDB/MA9. BABÁ – PSOL/PA10. CARLITO MERSS – PT/SC11. CARLOS ABICALIL – PT/MT12. CARLOS SANTANA – PT/RJ13. CHICO ALENCAR – PSOL/RJ14. CLÁUDIO VIGNATTI – PT/SC15. COLBERT MARTINS – PPS/BA16. DANIEL ALMEIDA – PCDOB/BA17. DENISE FROSSARD – PPS/RJ18. DRA. CLAIR – PT/PR19. DR. ROSINHA - PT/PR20. EDUARDO PAES - PSDB/RJ21. EDUARDO VALVERDE – PT/RO22. EDSON DUARTE – PV/BA23. FÁTIMA BEZERRA – PT/RN24. FERNANDO DE FABINHO – PFL/BA25. FERNANDO FERRO – PT/PE26. FERNANDO GABEIRA – PV/RJ27. FEU ROSA - PP/ES28. GASTÃO VIEIRA – PMDB/MA29. HENRIQUE FONTANA – PT/RS30. IARA BERNARDI – PT/SP31. IBERÊ FERREIRA – PSB/RN 32. INÁCIO ARRUDA – PC DO B/CE33. IRINEU COLOMBO – PT/PR34. IRINY LOPES – PT/ES35. IVAN PAIXÃO – PPS/SE36. IVAN VALENTE – PSOL/SP37. IVO JOSÉ – PT/MG38. JAIME MARTINS – PL/MG39. JAMIL MURAD – PcdoB/SP40. JANDIRA FEGHALLI - PCdoB/RJ41. JOÃO ALFREDO – PSOL/CE42. JOÃO FONTES – PDT/SE43. JOSÉ GERALDO – PT/PA44. JOÃO GRANDÃO – PT/MS45. JOÃO PIZZOLATTI – PP/SC46. JOSÉ PIMENTEL – PT/CE47. JOSÉ ROBERTO ARRUDA – PFL/DF48. LAURA CARNEIRO – PFL/RJ49. LEONARDO MATTOS – PV/MG50. LUCIA BRAGA - PMDB/PB51. LUCIANA GENRO – PSOL/RS52. LUCIANO ZICA – PT/SP53. LUCI CHOINACKI – PT/SC54. LUIZ ALBERTO – PT/BA55. LUIZ EDUARDO GREENHALG PT/SP56. MANINHA – PSOL/DF57. MARIA DO ROSÁRIO – PT/RS58. MARIA HELENA – PPS/RR59. MÁRIO HERINGER – PDT/MG60. MAURÍCIO RANDS – PT/PE61. MAURÍCIO QUINTELLA – PDT/AL62. MAURO PASSOS – PT/SC63. MEDEIROS – PL/SP64. NELSON PELLEGRINO – PT/BA65. NEY LOPES – PFL-RN66. NEYDE APARECIDA - PT/GO67. ORLANDO FANTAZZINI –PSOL/SP68. PAULO RUBEM SANTIAGO – PT/PE69. PERPÉTUA ALMEIDA – PC DO B/AC70. RAQUEL TEIXEIRA – PSDB/GO71. REINALDO BETÃO – PL/RJ72. REGINALDO LOPES – PT/MG73. ROBERTO GOUVEIA – PT/SP74. RODOLFO PEREIRA – PDT/RR75. ROMEU QUEIROZ – PTB/MG76. SANDRA ROSADO – PSB/RN77. SELMA SCHONS – PT/PR78. SEVERIANO ALVES - PDT/BA79. SIMPLÍCIO MÁRIO – PT/PI80. SIMÃO SESSIM – PP/RJ81. SOCORRO GOMES – PcdoB/PA82. TARCÍSIO ZIMMERMANN - PT/RS83. TELMA DE SOUZA – PT/SP84. VIRGÍLIO GUIMARÃES – PT/MG85. VITTORIO MEDIOLI – PV/MG1. ANA JÚLIA CAREPA – PT/PA - SENADORA2. ARTHUR VIRGÍLIO - PSDB/AM – SENADOR 3. EDUARDO SUPLICY – PT/SP - SENADOR4. FÁTIMA CLEIDE – PT/RO - SENADORA5. HELOÍSA HELENA – PSOL/AL - SENADORA6. IDELI SALVATTI – PT/SC - SENADORA7. PAULO PAIM – PT/RS - SENADOR8. SÉRGIO CABRAL – PMDB/RJ - SENADOR9. SERYS SLHESSARENKO – PT/MT - SENADORA Diga a estes Deputados e Senadores que você não irá votar neles se continuarem apoiando o movimento pró-homossexualismo.
Fonte: União Net - http://www.uniaonet.com/pl5003_2001a.htm

Nas eleições de 2006, a frente gayzista sofreu uma significativa diminuição. Vários de seus integrantes mais ativos não foram reeleitos, caso de Iara Bernardi (PT/SP), autora da lei da mordaça gay (PL 5003/01, depois denominado PLC 122/06), e Jandira Feghali (PCdoB/RJ), derrotada nas urnas por ter atacado violentamente os cristãos em sua campanha, tendo chegado ao ponto de mandar invadir a Arquidiocese do Rio de Janeiro em busca de supostos panfletos anti-aborto.
Em fevereiro de 2007, a Frente contava com 51 nomes (44 deputados federais e 7 senadores).
Diante da perda sofrida, a militância gay se apressou em buscar aliciar novos parlamentares eleitos para recompor sua frente, agora rebatizada como "Frente Parlamentar pela Cidadania GLBT", como se vê na mensagem abaixo, da ABGLT.

FRENTE PARLAMENTAR PELA CIDADANIA GLBT SERá LANçADA EM MARçO
2007-01-14 12:24:34
Frente Parlamentar pela cidadania GLBT será lançada em Março
A Associação Brasileira de Bissexuais, Gays, Lésbicas e Transgeneros –ABGLT lançará no dia 21 de março, no Congresso Nacional a nova frente parlamentar pela cidadania GLBT- FPC/GLBT que já conta com 51 parlamentares. A meta é chegar a 140. De acordo com o presidente da ABGLT e coordenador do projeto Aliadas, Toni Reis “ As prioridades são o projeto de anti-homofobia que está no Senado sob o numero plc 122/2006; bem como o PL 6655/2006 (Câmara dos Deputados) que permitirá a mudança de prenome de pessoas transexuais.O Substitutivo do projeto de lei (1151/1995) da Marta Suplicy (parceria civil) está sendo preparo por uma comissão, quem quiser participar, é só e pedir inclusão (enviar solicitação para tonidavid@avalon.sul.com.br).A ABGLT está solicitando aos ativistas e comunidade que converse com novos deputados federais e senadores para assinar a ficha de adesão a FPC/GLBT. Minuta da carta a carta, ficha de adesão, calendário de atividades e o histórico da Frente para dirigir a todos(as) parlamentares federais (deputados(as) e senadores(as)) do seu estado, referente ao Projeto Aliadas podem ser pedidas ( igomartine@grupodignidade.org.br ) ao coordenador do projeto aliadas. Por outro lado está sendo sugerido aos ativistas que façam uma reunião com todas as pessoas interessadas em seu estado, pessoalmente a fim de formar um Grupo Estadual de Trabalho, tendo como objetivos, entre outros: Mobilização de formadores de opinião, universidades, entidades acadêmicas, sindicatos, políticos, movimentos religiosos favoráveis, mídia e publicitários, instâncias de promoção da cidadania (Comissões de Direitos Humanos, organizações de promoção de direitos humanos) etc.; incentivo à formação de Frentes Parlamentares estaduais / municipais.
(modelo de ofício – adesão à Frente)
(Nome da ONG / pessoas física, e o Estado)
Senhor(a) Deputado(a), (personalizar)
Assunto: Frente Parlamentar pela Cidadania GLBT
O Projeto Aliadas é uma iniciativa da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Transgêneros (ABGLT), entidade que congrega 203 organizações afins de todo o Brasil.
O Projeto Aliadas tem por objetivo a aprovação de leis que promovam e defendam os direitos de gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais (GLBT), bem como colaborar com a implementação plena do Programa Brasil Sem Homofobia. Desta forma, o Projeto tem a finalidade de contribuir para mudanças sociais que possam diminuir o preconceito e a discriminação contra este segmento da sociedade.
O Projeto Aliadas é realizada em parceria com a Frente Parlamentar pela Cidadania GLBT e o intuito da presente correspondência é convidá-lo(a) para integrar a Frente e se unir aos esforços de garantia da cidadania plena de GLBT no Brasil. Anexo há um resumo dos objetivos da Frente.
Na expectativa de contar com seu apoio, solicitamos o preenchimento da Ficha de Adesão anexa, e informamos que faremos novo contato para a convidá-lo(a) para as atividades da Frente.
Estamos à disposição através do telefone_________________ ou e-mail: _______________
Atenciosamente,
FRENTE PARLAMENTAR PELA CIDADANIA GLBT
OBJETIVO A Frente Parlamentar pela Cidadania GLBT, de caráter supra-partidário, tem como objetivo reunir todos os parlamentares comprometidos com os direitos humanos, com o combate à discriminação e ao preconceito de todos os tipos. E que, independente de suas crenças religiosas, reafirmam o caráter laico e republicano do Estado brasileiro. A Frente apóia e articula a apresentação e aprovação de proposições legislativas de interesse da comunidade GLBT, assim como trabalha para colaborar na garantia de recursos para a execução do Programa Brasil Sem Homofobia, atuando em parceria com a Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Transgêneros (ABGLT), através do Projeto Aliadas.
CONSIDERAÇÕESNos últimos anos, os Direitos Humanos passaram a fazer parte do debate político de diferentes setores da população. Eles passaram a conjugar-se não apenas a partir de um conceito abstrato de humanidade, mas também baseados no reconhecimento da diversidade, em razão, sobretudo, de questões como gênero, raça, etnia, faixa etária, orientação sexual, dentre tantas outras. Essa concepção mais palpável e plural de sujeitos de direitos está na base da nova linguagem dos direitos civis, que também incorpora outras dimensões importantes, tais como a sexualidade, a reprodução, o meio ambiente e a luta contra a violência doméstica. No tocante à população de GLBT, é sabido que o Movimento em prol dos direitos humanos deste público vem crescendo e se organizando de forma bastante visível. Em 2006, a Parada Gay de São Paulo, com 2,5 milhões de participantes, passou a ser a maior do mundo. Durante 2006, houve 164 eventos em comemoração ao Dia do Orgulho Gay e ao Dia da Visibilidade Lésbica, entre Paradas e outras manifestações culturais. Hoje há em torno de 300 organizações GLBT no Brasil, em todos os estados, 203 das quais são afiliadas à Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Transgêneros - ABGLT. Apesar do crescimento do Movimento GLBT, a homofobia e a violência contra GLBT continuam tristemente fazendo parte de nosso cotidiano. São assassinatos, agressões, constrangimentos, discriminações, perseguições de diversos tipos. Esta imensa população continua marcada por rejeição e preconceito. A homofobia, a desconfiança, a desinformação predominam e são mais fortes do que o respeito e a aceitação da diversidade. A liberdade de orientação sexual e identidade de gênero é uma conquista que ainda não está garantida. E estamos ainda longe de equiparamos nossos direitos aos já consagrados dos Heterossexuais, basta vermos que não temos assegurados em nossa constituição o direito sucessório, de herança, união civil e o direito a adequação dos nomes em documentos civis para as pessoas Trans que desejam fazê-lo. Mas a despeito disso, ainda acreditamos que podemos dar uma grande contribuição a este nosso País e, seguramente, o Congresso Nacional pode fazer muito para reverter esta situação, quer seja apresentando e aprovando proposições que visem contorná-la, quer seja aprovando rubricas orçamentárias para os programas ligados à luta contra discriminação, bem como a efetivação de políticas públicas de caráter inclusivo e afirmativo.
HISTÓRICO
A Frente foi formada em 2003, sob o nome “Frente Parlamentar Mista pela Livre Expressão Sexual.” Ao final da 52ª Legislatura em 2006, havia 96 parlamentares integrando a Frente.
Parlamentares que integram a Frente Parlamentar pela Cidadania GLBT - Legislatura 2007-2010 (em fevereiro de 2007)
Deputados(as)
ALICE PORTUGAL PC do B BAANÍBAL GOMES PMDB CEBERNARDO ARISTON PMDB RJCARLITO MERSS PT SCCARLOS ABICALIL PT MTCARLOS SANTANA PT RJCHICO ALENCAR PSOL RJCOLBERT MARTINS PPS BADANIEL ALMEIDA PC do B BADR. ROSINHA PT PREDSON DUARTE PV BAEDUARDO VALVERDE PT ROFÁTIMA BEZERRA PT RNFERNANDO DE FABINHO PFL BAFERNANDO FERRO PT PEFERNANDO GABEIRA PV RJGASTÃO VIEIRA PMDB MAHENRIQUE FONTANA PT RSIRINY LOPES PT ESIVAN VALENTE PSOL SPJAIME MARTINS PL MGJOÃO PIZZOLATTI PP SCJOSÉ PIMENTEL PT CELUCIANA GENRO PSOL RSLUIZ ALBERTO PT BALUIZA ERUNDINA PSB SPMARIA DO ROSÁRIO PT RSMARIA HELENA PPS RRMÁRIO HERINGER PDT MGMAURICIO QUINTELLA PDT ALMAURÍCIO RANDS PT PENELSON PELLEGRINO PT BAPAULO RUBEM SANTIAGO PT PEPERPÉTUA ALMEIDA PC do B ACPROFESSORA RAQUEL TEIXEIRA PSDB GOREGINALDO LOPES PT MGSANDRA ROSADO PSB RNSEVERIANO ALVES PDT BASIMÃO SESSIM PP RJTARCÍSIO ZIMMERMANN PT RSVIGNATTI PT SCVIRGÍLIO GUIMARÃES PT MGZÉ GERALDO PT PA
Senadores(as)
ARTHUR VIRGÍLIO PSDB AM EDUARDO SUPLICY PT SPFÁTIMACLEIDE PT ROIDELI SALVATTI PT SCINÁCIO ARRUDA PCdoB CEPAULO PAIM PT RSSERYS SLHESSARENKO PT MT
FRENTE PARLAMENTAR PELA CIDADANIA GLBT
FICHA DE ADESÃO – 53ª Legislatura (2007-2010)
Nome do/a Parlamentar:
Partido: UF:Gabinete Nº: Anexo:Assessor(a) responsável:
Telefone/Fax:E-mail:
Assinatura:
(se encaminhar por e-mail, não precisa de assinatura)
Após preenchida e assinada a Ficha de Adesão, por favor, encaminhe para:(Deputados(as) Federais):Márcia Santana, assessora da Deputada Maria do Rosário, Anexo IV, Gabinete 312. Fone:(61) 3215-5312, Fax: (61) 3215-2312.E-mail: mariadorosario004@terra.com.br / dep.mariadorosario@camara.gov.br(Senadores(as):José Pennaforte, assessor da Senadora Serys Slhessarenko, Ala Senador Filinto Müller, Gabinete 07. Tel.: (61) 3311-2291/2292 Fax: (61) 3311-2721. E-mail serys@senadora.gov.br / joseneto@senado.gov.brSolicitamos que uma cópia também seja enviada para a coordenação do Projeto Aliadas, fax nº 41 3222 3999, e-mail: aliadas@grupodignidade.org.br
Toni ReisCoordenador Geral do Projeto Aliadas
Igo MartiniCoordenador Executivo do Projeto Aliadas
Fonte: abglt.org.br/port/basecoluna.php?cod=20

Com a intensa mobilização dos ativistas gays em busca de novas adesões, vários deputados e senadores foram aliciados e passaram a integrar a frente parlamentar gayzista, que, na época do seu relançamento (março de 2007) com o novo título de "Frente Parlamentar pela Cidadania GLBT", já contava com 190 congressistas (177 deputados e 13 senadores):

FRENTE PARLAMENTAR PELA CIDADANIA GLBT SERÁ LANÇADA DAQUI A POUCO EM BRASÍLIA; CONHEÇA OS NOMES DOS 190 CONGRESSISTAS
21/03/2007 - 10h50Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT) divulga a lista de congressistas que vão compor a Frente Parlamentar pela Cidadania GLBT, que será lançada às 13h30 desta quarta-feira (21/03). O evento, que contará com a presença dos 190 parlamentares que integram a bancada em favor do movimento gay, acontece no Salão Nobre da Câmara dos Deputados, em Brasília (DF).Na verdade, a antiga Frente Parlamentar pela Livre Expressão Sexual ganha um novo nome, uma vez que seu objetivo é juntar, num mesmo bloco, todos que defendem os direitos e combatem a discriminação contra os homossexuais. Representantes de todos os grupos organizados GLBT dos estados brasileiros estarão participando do lançamento, encabeçados pela ABGLT – Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais. Através do Projeto Aliadas, a ABGLT pretende criar um bloco de parlamentares que defendam e proponham projetos de lei que promovam os direitos dos homossexuais. “Esperamos que a Frente Parlamentar seja um grande reforço na nossa luta pela conquista de direitos pela comunidade GLBT”, reforça Toni Reis, presidente da ABGLT. “Temos avanços significativos no poder Judiciário e Executivo, mas não estamos tendo a mesma agilidade no legislativo, o que esperamos que aconteça com a nova composição da frente”, completa.A Frente Parlamentar Pela Cidadania GLBT tem caráter supra-partidário e seu lançamento está sendo apoiado pela Presidência da Câmara, que emitiu convite a todos os deputados e deputadas, senadores e senadoras. Os representantes do movimento GLBT dos 27 estados brasileiros, que daqui a pouco estarão presentes ao lançamento da frente, participaram de um seminário “com o objetivo de capacitar lideranças para atuar no Congresso Nacional em favor da comunidade GLBT”, de acordo com nota divulgada pela ABGLT. A capacitação, segundo a entidade, “vai desde a analise do perfil dos parlamentares, forças e dificuldades da comunidade GLBT, até estratégias e informações para abordagens políticas junto a Parlamentares.” Abaixo, os nomes (e partidos) dos 190 congressistas que já aderiram à frente:Frente Parlamentar pela Cidadania GLBTLegislatura 2007-2010DEPUTADOS FEDERAIS1. NILSON MOURÃO (PT-AC)2. PERPÉTUA ALMEIDA (PCdoB-AC)3. FERNANDO MELO (PT-AC)4. CRISTIANO MATHEUS (PFL-AL)5. MAURICIO QUINTELLA (PDT-AL)6. CARLOS SOUZA (PP-AM)7. PRACIANO (PT-AM)8. REBECCA GARCIA(PP-AM)9. SABINO CASTELO BRANCO (PTB-AM)10. EVANDRO MILHOMEN (PCdoB-AP)11. JANETE CAPIBERIBE (PSB-AP)12. JURANDIR JUAREZ (PMDB-AP)13. LUCENIRA PIMENTEL (PR-AP)14. ACM NETO (PFL-BA)15. ALICE PORTUGAL (PCdoB-BA)16. COLBERT MARTINS (PPS-BA)17. DANIEL ALMEIDA (PCdoB-BA)18. EDSON DUARTE (PV-BA)19. FERNANDO DE FABINHO (PFL-BA)20. LÍDICE DA MATA(PSB-BA)21. LUIZ ALBERTO – LICENCIADO (PT-BA)22. NELSON PELLEGRINO (PT-BA)23. ULDORICO PINTO (PMN-BA)24. SEVERIANO ALVES (PDT-BA)25. ANÍBAL GOMES (PMDB-CE)26. ARIOSTO HOLANDA (PBS-CE)27. ARNON BEZERRA (PTB-CE)28. CHICO LOPES (PcdoB-CE)29. CIRO GOMES (PSB-CE)30. EUDES XAVIER (PT-CE)31. EUGÊNIO RABELO (PP-CE)32. JOSÉ PIMENTEL (PT-CE)33. JOSÉ GUIMARÃES (PT-CE)34. MARCELO TEIXEIRA (PSDB-CE)35. MARIA GORETE PEREIRA (PR-CE)36. PAULO LUSTOSA (PMDB-CE)37. ZÉ GERALDO (PMDB-CE)38. GERALDO MAGELA PEREIRA (PT-DF)39. RODRIGO ROLLEMBERG (PSB-DF)40. LELO COIMBRA (PMDB-ES)41. IRINY LOPES (PT-ES)42. RITA CAMATA (PMDB-ES)43. ROSE DE FREITAS (PMDB-ES)44. PEDRO WILSOM (PT-GO)45. PROF RAQUEL TEIXEIRA(PSDB-GO)46. RUBENS OTONI GOMIDE (PT-GO)47. SANDES JR. (PP-GO)48. TATICO (PTB-GO)49. CLOVIS FECURY (PFL-MA)50. DAVI ALVES SILVA (PDT-MA)51. DOMINGOS DUTRA (PT-MA)52. FLÁVIO DINO (PCdoB-MA)53. GASTÃO VIEIRA (PMDB-MA)54. JULIÃO AMIN (PDT-MA)55. PROFESSOR SETIMO WAQUIM (PMDB-MA)56. RIBAMAR ALVES (PSB-MA)57. WALDIR MARANHÃO CARDOSO (PP-MG)58. ANTONIO ROBERTO (PV-MG)59. EDUARDO BARBOSA (PSDB-MG)60. ELISMAR PRADO (PT-MG)61. JAIME MARTINS (PL-MG)62. JOÃO MAGALHÃES (PMDB-MG)63. JOÃO BITTAR (PFL-MG)64. JÔ MORAES (PCdoB-MG)65. JUVENIL ALVES (PT-MG)66. MARIA DO CARMO LARA (PT-MG)67. MARIA LUCIA CARDOSO (PMDB-MG)68. MÁRIO HERINGER (PDT-MG)69. MIGUEL CORRÊIA JUNIOR (PT-MG)70. REGINALDO LOPES (PT-MG)71. VIRGÍLIO GUIMARÃES (PT-MG)72. ANTONIO CARLOS BIFFI (PT-MS)73. NELSON TRAD (PMDB-MS)74. CARLOS ABICALIL (PT-MT)75. ELIENE LIMA (PP-MT)76. THELMA OLIVEIRA (PSDB-MT)77. WELLINGTON A. FAGUNDES(PR-MT)78. ASDRUBAL MENDES BENTES (PMDB-PA)79. BETO FARO (PT-PA)80. NILSON PINTO (PSDB-PA)81. PAULO ROCHA (PT-PA)82. ZÉ GERALDO (PT-PA)83. LUIZ COUTO (PT-PB)84. MARCONDES GADELHA (PSB-PB)85. RÔMULO GOUVEIA (PSDB-PB)86. WILSOM SANTIAGO (PMDB-PB)87. ANDRÉ DE PAULA (PFL-PE)88. CARLOS WILSON (PT-PE)89. BRUNO ARAUJO (PSDB-PE)90. GONZAGA PATRIOTA (PSB-PE)91. FERNANDO FERRO (PT-PE)92. FERNANDO COELHO (PSB-PE)93. MAURÍCIO RANDS (PT-PE)94. PEDRO EUGÊNIO (PT-PE) 95. PAULO RUBEM SANTIAGO (PT-PE)96. RAUL JUNGMANN (PPS-PE)97. ANTONIO JOSÉ MEDEIROS (PT-PI)98. OSMAR JUNIOR (PCdoB-PI)99. ANDRÉ VARGAS (PT-PR)100. ALCENI GUERRA (PFL-PR)101. ASSIS MIGUEL DO COUTO (PT-PR)102. BARBOSA NETO (PDT-PR)103. DR. ROSINHA (PT-PR)104. GUSTAVO FRUET (PSDB-PR)105. HERMES PARCIANELLO (PMDB-PR)106. OSMAR SERRAGLIO( PMDB-PR)107. RATINHO JR.(PPS-PR)108. AYRTON XEREZ (PFL-RJ)109. ARNALDO FRANÇA VIANNA (PDT-RJ)110. BERNARDO ARISTON (PMDB-RJ)111. CARLOS SANTANA (PT-RJ) 112. CIDA DIOGO (PT-RJ)113. CHICO ALENCAR (PSOL-RJ)114. FELIPE BORNIER (PHS-RJ)115. FERNANDO GABEIRA (PV-RJ)116. INDIO COSTA (PFL-RJ)117. JORGE BITTAR (PT-RJ)118. LEANDRO SAMPAIO (PPS-RJ)119. LEONARDO PICCIANI (PMDB-RJ)120. NELSON BORNIER (PMDB-RJ)121. RODRIGO MAIA (PFL-RJ)122. PEDRO EUGÊNIO (PT-RJ)123. SANDRO MATOS (PR-RJ)124. SILVIO LOPES (PSDB-RJ)125. SIMÃO SESSIM (PP-RJ)126. FÁTIMA BEZERRA (PT-RJ)127. SANDRA ROSADO (PSB-RN)128. ANSELMO DE JESUS (PT-RO)129. EDUARDO VALVERDE (PT-RO)130. ERNANDEZ AMORIM (PTB-RO)131. LINDOMAR GARÇON (PV-RO)132. MAURO NAZIF (PSB-RO)133. FRANCISCO RODRIGUES (PFL-RR)134. LUCIANO DE CASTRO (PR-RR)135. MARIA HELENA (PPS-RR)136. ADÃO PRETO (PT-RS)137. AFONSO HAMM (PP-RS)138. BETO ALBUQUERQUE (PSB-RS)139. CEZAR SCHIRMER (PMDB-RS)140. DARCISIO PERONDI (PMDB-RS)141. DR. BASEGIO (PDT-RS)142. HENRIQUE FONTANA (PT-RS)143. JOSÉ OTÁVIO GERMANO (PP-RS)144. LUCIANA GENRO (PSOL-RS)145. MANUELA D’AVILA (PCdoB-RS)146. MARCO MAIA (PT-RS)147. MARIA DO ROSÁRIO (PT-RS)148. PEPE VARGAS (PT-RS)149. PAULO PIMENTA (PT-RS)150. POMPEU DE MATTOS (PDT-RS)151. RENATO MOLLING (PP-RS)152. TARCÍSIO ZIMMERMANN (PT-RS)153. CARLITO MERSS (PT-SC)154. DÉCIO LIMA (PT-SC)155. FERNANDO CORUJA (PPS-SC)156. VIGNATTI (PT-SC)157. JERÔNIMO REIS (PFL-SE)158. IRAM BARBOSA (PT-SE)159. ARNALDO FARIA DE SÁ (PTB-SP)160. ARNALDO JARDIM (PPS-SP)161. CARLOS ZARATTINI (PT-SP)162. CLODOVIL HERNANDES (PTC-SP)163. DEVANIR RIBEIRO (PT-SP)164. FRANK AGUIAR (PTB-SP)165. GUILHERME CAMPOS (PFL-SP)166. IVAN VALENTE (PSOL-SP)167. CÂNDIDO V.(PT-SP)168. JILMAR TATTO (PT-SP)169. JANETE PIETÁ (PT-SP)170. JOÃO PAULO CUNHA (PT-SP)171. JOSÉ EDUARDDO CARDOSO (PT-SP)172. LUIZA ERUNDINA (PSB-SP)173. MICHEL TEMER (PMDB-SP)174. NELSON MARQUEZELLI (PTB-SP)175. PAULO TEIXEIRA (PT-SP)176. RICARDO BERZOINI (PT-SP)177. VICENTINHO (PT-SP)SENADORES(AS)178. ARTHUR VIRGÍLIO (PSDB-AM)179. AUGUSTO BOTELHO (PT-RR)180. INÁCIO ARRUDA (PCdoB-CE)181. PATRÍCIA SABOYA (PSB-CE)182. CRISTOVAM BUARQUE (PDT-DF)183. SERYS SLHESSARENKO (PT-MT)184. FÁTIMA CLEIDE (PT-RO)185. PAULO PAIM (PT-RS)186. IDELI SALVATTI (PT-SC)187. GERALDO MESQUITA JR (PMDB-AC)188. EDUARDO SUPLICY (PT-SP)189. FLAVIO ARNS (PT-PR) 190. SIBA MACHADO (PT-AC)Redação da Agência de Notícias da Aids
DICA PARA ENTREVISTA:Toni Reis – Presidente da ABGLTTel.: (0XX61) 8123-2695 E-mail: aliadas@grupodignidade.org.br Gabinete da Deputada Maria RosárioTel.:(0XX61) 3315 5312
Fonte: Agência Aids - agenciaaids.com.br/noticias-resultado.asp?Codigo=7203

Nessa mesma época, cristãos e outras pessoas informadas sobre o avanço dos planos gayzistas se manifestaram, como se pode ver no blog do Professor Felipe Aquino, da Canção Nova:

A LUTA CONTRA a “DITADURA GAY”
Composição da Frente Parlamentar pela Cidadania GLBT
Já são 177 deputados federais e 13 senadores que compõem, até o dia 20 de março de 2007, a Frente Parlamentar pela Cidadania GLBT. A Frente é uma iniciativa da ABGLT – Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Transgêneros – para lutar pelos “direitos” e cidadania da comunidade Gay de todo o país. Saiba quem são os parlamentares que fazem parte da Frente. Escreva-lhes dizendo que não concorda com o Projeto da “Mordaça Gay” que impede de se falar contra o homossexualismo sob pena de cadeia de 2 a 5 anos. E também contra o aborto e casamento de homossexuais. Os email dos deputados e senadores podem ser obtidos em www.camara.gov.br e www.senado.gov.br Parlamentares integrantes:
Deputados(as) Federais
1. NILSON MOURÃO PT AC2. PERPÉTUA ALMEIDA PC do B AC3. FERNANDO MELO PT AC4. CRISTIANO MATHEUS PFL AL5. MAURICIO QUINTELLA PDT AL6. CARLOS SOUZA PP AM7. PRACIANO PT AM8. REBECCA GARCIA PP AM9. SABINO CASTELO BRANCO PTB AM10. EVANDRO MILHOMEN PCdoB AP11. JANETE CAPIBERIBE PSB AP12. JURANDIR JUAREZ PMDB AP13. LUCENIRA PIMENTEL PR AP14. ACM NETO PFL BA15. ALICE PORTUGAL PC do B BA16. COLBERT MARTINS PPS BA17. DANIEL ALMEIDA PC do B BA18. EDSON DUARTE PV BA19. FERNANDO DE FABINHO PFL BA20. LÍDICE DA MATA PSB BA21. LUIZ ALBERTO – LICENCIADO PT BA22. NELSON PELLEGRINO PT BA23. ULDORICO PINTO PMN BA24. SEVERIANO ALVES PDT BA25. ANÍBAL GOMES PMDB CE26. ARIOSTO HOLANDA PBS CE27. ARNON BEZERRA PTB CE28. CHICO LOPES PcdoB CE29. CIRO GOMES PSB CE30. EUDES XAVIER PT CE31. EUGÊNIO RABELO PP CE32. JOSÉ PIMENTEL PT CE33. JOSÉ GUIMARÃES PT CE34. MARCELO TEIXEIRA PSDB CE35. MARIA GORETE PEREIRA PR CE36. PAULO LUSTOSA PMDB CE37. ZÉ GERALDO PMDB CE38. GERALDO MAGELA PEREIRA PT DF39. RODRIGO ROLLEMBERG PSB DF40. LELO COIMBRA PMDB ES41. IRINY LOPES PT ES42. RITA CAMATA PMDB ES43. ROSE DE FREITAS PMDB ES44. PEDRO WILSOM PT GO45. PROF RAQUEL TEIXEIRA PSDB GO46. RUBENS OTONI GOMIDE PT GO47. SANDES JR. PP GO48. TATICO PTB GO49. CLOVIS FECURY PFL MA50. DAVI ALVES SILVA PDT MA51. DOMINGOS DUTRA PT MA52. FLÁVIO DINO PCDOB MA53. GASTÃO VIEIRA PMDB MA54. JULIÃO AMIN PDT MA55. PROFESSOR SETIMO WAQUIM PMDB MA56. RIBAMAR ALVES PSB MA57. WALDIR MARANHÃO CARDOSO PP MA58. ANTONIO ROBERTO PV MG59. EDUARDO BARBOSA PSDB MG60. ELISMAR PRADO PT MG61. JAIME MARTINS PL MG62. JOÃO MAGALHÃES PMDB MG63. JOÃO BITTAR PFL MG64. JÔ MORAES PcdoB MG65. JUVENIL ALVES PT MG66. MARIA DO CARMO LARA PT MG67. MARIA LUCIA CARDOSO PMDB MG68. MÁRIO HERINGER PDT MG69. MIGUEL CORRÊIA JUNIOR PT MG70. REGINALDO LOPES PT MG71. VIRGÍLIO GUIMARÃES PT MG72. ANTONIO CARLOS BIFFI PT MS73. NELSON TRAD PMDB MS74. CARLOS ABICALIL PT MT75. ELIENE LIMA PP MT76. THELMA OLIVEIRA PSDB MT77. WELLINGTON A. FAGUNDES PR MT78. ASDRUBAL MENDES BENTES PMDB PA79. BETO FARO PT PA80. NILSON PINTO PSDB PA81. PAULO ROCHA PT PA82. ZÉ GERALDO PT PA83. LUIZ COUTO PT PB84. MARCONDES GADELHA PSB PB85. RÔMULO GOUVEIA PSDB PB86. WILSOM SANTIAGO PMDB PB87. ANDRÉ DE PAULA PFL PE88. CARLOS WILSON PT PE89. BRUNO ARAUJO PSDB PE90. GONZAGA PATRIOTA PSB PE91. FERNANDO FERRO PT PE92. FERNANDO COELHO PSB PE93. MAURÍCIO RANDS PT PE94. PEDRO EUGÊNIO PT PE95. PAULO RUBEM SANTIAGO PT PE96. RAUL JUNGMANN PPS PE97. ANTONIO JOSÉ MEDEIROS PT PI98. OSMAR JUNIOR PC do B PI99. ANDRÉ VARGAS PT PR100. ALCENI GUERRA PFL PR101. ASSIS MIGUEL DO COUTO PT PR102. BARBOSA NETO PDT PR103. DR. ROSINHA PT PR104. GUSTAVO FRUET PSDB PR105. HERMES PARCIANELLO PMDB PR106. OSMAR SERRAGLIO PMDB PR107. RATINHO JR. PPS PR108. AYRTON XEREZ PFL RJ109. ARNALDO FRANÇA VIANNA PDT RJ110. BERNARDO ARISTON PMDB RJ111. CARLOS SANTANA PT RJ112. CIDA DIOGO PT RJ113. CHICO ALENCAR PSOL RJ114. FELIPE BORNIER PHS RJ115. FERNANDO GABEIRA PV RJ116. INDIO COSTA PFL RJ117. JORGE BITTAR PT RJ118. LEANDRO SAMPAIO PPS RJ119. LEONARDO PICCIANI PMDB RJ120. NELSON BORNIER PMDB RJ121. RODRIGO MAIA PFL RJ122. PEDRO EUGÊNIO PT RJ123. SANDRO MATOS PR RJ124. SILVIO LOPES PSDB RJ125. SIMÃO SESSIM PP RJ126. FÁTIMA BEZERRA PT RN127. SANDRA ROSADO PSB RN128. ANSELMO DE JESUS PT RO129. EDUARDO VALVERDE PT RO130. ERNANDEZ AMORIM PTB RO131. LINDOMAR GARÇON PV RO132. MAURO NAZIF PSB RO133. FRANCISCO RODRIGUES PFL RR134. LUCIANO DE CASTRO PR RR135. MARIA HELENA PPS RR136. ADÃO PRETO PT RS137. AFONSO HAMM PP RS138. BETO ALBUQUERQUE PSB RS139. CEZAR SCHIRMER PMDB RS140. DARCISIO PERONDI PMDB RS141. DR. BASEGIO PDT RS142. HENRIQUE FONTANA PT RS143. JOSÉ OTÁVIO GERMANO PP RS144. LUCIANA GENRO PSOL RS145. MANUELA D’AVILA PCdoB RS146. MARCO MAIA PT RS147. MARIA DO ROSÁRIO PT RS148. PEPE VARGAS PT RS149. PAULO PIMENTA PT RS150. POMPEU DE MATTOS PDT RS151. RENATO MOLLING PP RS152. TARCÍSIO ZIMMERMANN PT RS153. CARLITO MERSS PT SC154. DÉCIO LIMA PT SC155. FERNANDO CORUJA PPS SC156. VIGNATTI PT SC157. JERÔNIMO REIS PFL SE158. IRAM BARBOSA PT SE159. ARNALDO FARIA DE SÁ PTB SP160. ARNALDO JARDIM PPS SP161. CARLOS ZARATTINI PT SP162. CLODOVIL HERNANDES PTC SP163. DEVANIR RIBEIRO PT SP164. FRANK AGUIAR PTB SP165. GUILHERME CAMPOS PFL SP166. IVAN VALENTE PSOL SP167. CÂNDIDO V. PT SP168. JILMAR TATTO PT SP169. JANETE PIETÁ PT SP170. JOÃO PAULO CUNHA PT SP171. JOSÉ EDUARDDO CARDOSO PT SP172. LUIZA ERUNDINA PSB SP173. MICHEL TEMER PMDB SP174. NELSON MARQUEZELLI PTB SP175. PAULO TEIXEIRA PT SP176. RICARDO BERZOINI PT SP177. VICENTINHO PT SP
Senadores (as)
178. ARTHUR VIRGÍLIO PSDB AM179. AUGUSTO BOTELHO PT RR180. INÁCIO ARRUDA PCdoB CE181. PATRÍCIA SABOYA PSB CE182. CRISTOVAM BUARQUE PDT DF183. SERYS SLHESSARENKO PT MT184. FÁTIMA CLEIDE PT RO185. PAULO PAIM PT RS186. IDELI SALVATTI PT SC187. GERALDO MESQUITA JR PMDB AC188. EDUARDO SUPLICY PT SP189. FLAVIO ARNS PT PR190. SIBA MACHADO PT AC
Fonte: http://blog.cancaonova.com/felipeaquino/2007/03/23/a-luta-contra-o-ditadura-gay/

Uma observação: É necessário fazer justiça à memória do falecido apresentador de TV, estilista e ex-deputado federal Clodovil Hernandes, que, embora tenha sido cooptado para participar da frente gayzista logo após ter sido eleito, se posicionou contrariamente às imposições da militância gay por diversas vezes. Na própria solenidade de lançamento da tal frente parlamentar, em março de 2007, Clodovil irritou os ativistas ao defender a família, criticar as paradas gays e dizer que não tinha orgulho de ser homossexual, mas de ser gente. Foi vaiado e hostilizado pelos gayzistas presentes. O episódio pode ser conferido neste vídeo:
Clodovil contraria lobby gay no Congresso e é vaiado - http://liberdadedeexpressao.multiply.com/video/item/13
Dias depois, Clodovil entrou em conflito com a líder da frente parlamentar gayzista, a deputada feminista e homossexualista Cida Diogo (PT/RJ), num episódio em que o polêmico deputado fez críticas ao comportamento de muitas mulheres "modernas", comparando-o com a prostituição. Cida Diogo atacou Clodovil, e ele fez menções à falta de atrativos dela para poder ser uma prostituta. A deputada homo-feminista fez um dramalhão, chorou e correu para a mesa do presidente da Câmara pedindo punição para Clodovil, num folclórico episódio que ficou conhecido como o "caso da deputada feia". Gayzistas e feministas também aproveitaram a oportunidade para tentar punir e até cassar Clodovil, o que pode ser conferido em notícias e vídeos publicados na internet, como estes:
Clodovil diz que deputada é feia e que não serviria nem para prostituta - http://oglobo.globo.com/pais/mat/2007/05/09/295691312.asp
Líder do PT pede cassação de Clodovil por agressões verbais às mulheres - http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u92220.shtml
Clodovil afirma "DEPUTADA É FEIA" - http://www.youtube.com/watch?v=jjo9uej0jHQ
Briga Clodovil x Cida Diogo na integra - http://www.youtube.com/watch?v=nh93ohdnpOM

Quanto à frente gayzista no Congresso Nacional, ela conta atualmente (setembro de 2010) com 21 senadores e mais de 220 deputados federais, cujos nomes podem ser conferidos aqui:
Em quem NÃO votar: lista de políticos gayzistas - http://liberdadedeexpressao.multiply.com/journal/item/491
É importante frisar que em Assembléias Legislativas e Câmaras de Vereadores de diversos estados e municípios brasileiros há frentes parlamentares semelhantes à do Congresso Nacional, formadas por deputados estaduais e vereadores recrutados pela militância gay para trabalhar em prol de seus interesses.
Além disso, a militância gay continua seu trabalho de aliciamento de políticos. Atualmente, a ABGLT (Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Transgêneros, Transexuais e Travestis) conta com uma lista de 50 candidatos, a diversos cargos, que já assinaram um termo de compromisso com ela e estão formalmente envolvidos com os projetos totalitários da militância gay, como mostra a matéria a seguir:

Sexta-feira, Agosto 27, 2010
ABGLT divulga lista de candidatos comprometidos com a comunidade LGBT
No último dia 29 de julho, a Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transgêneros (ABGLT), lançou uma campanha para obter, por escrito, o compromisso dos candidatos às Eleições 2010 com a cidadania LGBT. De lá pra cá, as mais de 230 instituições afiliadas à ABGLT se mobilizaram com o intuito de colher a assinatura dos candidatos no Termo de Compromisso, onde assumem, publicamente, que são a favor dos direitos LGBT. Para cada tipo de candidatura existe um termo específico.
De acordo com o documento, a militância espera, do executivo, a execução das propostas aprovadas em 2008 durante a 1ª Conferência Nacional GLBT. Do legislativo, esperam que os projetos de lei que criminalizam a homofobia e reconheçam os direitos civis LGBT sejam aprovados, já que, nas palavras de Toni Reis, presidente da ABGLT, “somos o único grupo social vulnerável que não tem nenhuma lei a nosso favor aprovada pelo Congresso Nacional”.
A primeira lista parcial com o nome dos candidatos que já assinaram o Termo de compromisso com a comunidade LGBT acaba de ser divulgada pela ABGLT e será reformulada ao longo do período eleitoral, na medida em que os candidatos forem se comprometendo, por ecrito, com a causa. Dos presidenciáveis, até o momento, somente Plínio Arruda, do PSOL comprometeu-se. Acompanhe:
Presidência da República:Plínio Arruda Sampaio – PSOL
Senado:PR – Roberto Requião – PMDB
Câmara dos Deputados:BA – Ed Brasil – PPSGO – Marina Sant’Anna – PTMG – Nilmário Miranda – PTMG – Osmar Rezende – PV - GayMG – Sander Simaglio – PV - GayPB – Luiz Couto – PTPB – Socorro Pimentel – PTPR – Dr. Rosinha – PTRJ – Gabriela Leite – PVRJ – Jean Wyllys – PSOL – GayRJ – Renato Cinco – PSOLRJ – Vladimir Palmeira – PTRS – Paulo Pimenta – PTRS – Roberto Seitenfus – PSOL – GaySC – Leonel Camasão – PSOLSE – Iran Barbosa – PTSP – José Genoino – PTSP – Iara Bernardi – PTSP – Ivan Valente – PSOLSP – Mara Gabrilli – PSDBSP – Mateus Novaes – PSOLSP – Maurício Costa – PSOLSP – Paulo Teixeira – PTSP – Renato Simões – PTSP – Sargento Fernando Alcântara – PSB – Gay
Governador:BA – Geddel Vieira Lima – PMDBPB – José Maranhão – PMDBSP – Paulo Búfalo – PSOL
Assembleias Legislativas:AM – Samara Soares – PCdoB – LésbicaBA – Almir Melo – PMDBBA – Lula Maciel – PTBA – Marcelino Galo – PTBA – Vânia Galvão – PTDF – Alex Alves – PDTDF – Julio Cardia – PV – GayDF – Michel Platini – PT – GayMG – Labenert Mendes – PTMT – Kiko (Odorico Ferreira Cardoso Neto) – PTPB – Fernanda Benvenutty – PT – TravestiPB – Socorro Brito – PTPR – Fábio Camargo – PTBPR – Professor Lemos – PTPR – Tadeu Veneri – PTRJ – Leonardo Giordano – PTSC – Willian Conceição – PSOLSP – Carlos Giannazi – PSOLSP – Eduardo Amaral – PSOLSP – Ibraim – PMDB
Fonte: jeanwyllysmattos.blogspot.com


Se você preza a liberdade de expressão e religião e não quer ter seus direitos violentados pela imposição dos interesses totalitários da militância gayzista,

NÃO VOTE EM NENHUM DESTES POLÍTICOS!

Matéria relacionada:
Em quem NÃO votar: lista de políticos gayzistas - http://liberdadedeexpressao.multiply.com/journal/item/491
Marcadores: , , , , , , , , ,
Anterior: Fórum: As ameaças do PNDH-3 continuam. SP, 26/8/10Próximo Em quem NÃO votar: lista de políticos gayzistas

DILMA DIZ: NEM MESMO CRISTO ME TIRA ESSA VITÓRIA



Após a inauguração de um comité em Minas, Dilma é entrevistada por um jornalista local.

Veja:

como a senhora vê o crescimento da sua candidatura nas pesquisas?

O povo brasileiro sabe escolher, é a continuidade do governo Lula, e após as eleições nós vamos dessarmar o palanque e estender os braços aos nossos adversários, o candidato Serra está convidado a participar do meu governo, porque nesta eleição nem mesmo cristo querendo, me tira essa vitória, as pesquisas comprovam o que eu estou dizendo, vou ganhar no primeiro turno.

Parece que está caindo a imagem de boa moça e aparecendo quem realmente é a Dilma Roussef.

"O Povo Brasileiro estará cometendo um grande erro elegendo Dilma presidente e vão sofrer." Ciro

Poucos minutos após a entrevista, já tinha caido na internet, twitter....

e ela disse ter sido mal interpretada e que a frase não foi essa, porém alguns mineiros já repudiam a candidata e o quadro eleitoral começa a dar uma reviravolta,

em Minas a petista estava a frente de José Serra e agora Serra já ultrapassou com uma vantagem de 5 pontos, tanto que Aécio Neves já está aparecendo na TV pedindo aos mineiros o apoio unanime a Serra.

IMPORTANTE: a Dilma já está até sentando na cadeira presidencial, dá pra acreditar.

Vamos passar adiante, passe para o maior número de contatos possiveis, o Brasil precisa saber disso. DILMA, a favor do Aborto e Acima de Jesus Cristo.

até o Papa no vaticano já se manifestou contra essa frase.

POVO ISRAELITA PEDE A BRASILEIROS PARA NÃO VOTAREM NO PT

PREZADOS IRMÃOS
UM ALERTAR DO POVO JUDEU, NOSSOS IRMÃOS, PARA TODOS OS CRISTÃOS E TODO POVO BRASILEIRO. LEIAM COM ATENÇÃO A CARTA QUE ENVIARAM AO NOSSO CONSELHO DE PASTORES.

E NÃO SE ESQUEÇAM...:

- VOTEM EM QUEM TEM COMPROMISSO COM DEUS, COM JESUS CRISTO, NOSSO SENHOR, E COM A PALAVRA DE DEUS;

- NÃO VOTEM EM PESSOAS DO PT OU DE QUALQUER OUTRO PARTIDO MANCOMUNADO COM ELES, POIS SEUS VOTOS SERÃO REDIRECIONADOS A QUEM ELE QUISEREM, PESSOAS QUE VOTARÃO PARA A DESTRUIÇÃO DA IGREJA, DA FAMÍLIA, DOS BONS COSTUMES MORAIS, ETC.

PR. ROBERTO KNUDSEN

LEIAM ABAIXO ESTA CARTA RECEBIDA E DISTRIBUAM URGENTEMENTE

Graça e paz Pr. Lidinésio Papini !
Prezados chaverim
Shalom Aleichem!

Estamos encaminhando para todo nosso povo israelita da nova aliança, simpatizantes e amigos, orientações para as próximas eleições de 3 de outubro. Não podemos votar errado ou ficar em cima do muro, com voto em branco ou nulo, como omissos e irresponsáveis.

Ultimamente, o atual governo do PT tem demonstrado sérias ações contra nosso povo de Israel e a favor de seus inimigos, colocando nosso país numa situação delicada. Na verdade, está amaldiçoando a Israel. Ademais, conheça o que de mal está vindo p or aí, caso o PT ganhe a presidência da República!

Leia e utilize o material enviado em anexo. Vocês são livres para decidir, todavia para livrar você de decidir contra nosso povo e pelas maldições é que mandamos este material e este alerta.

CONGREGAÇÃO ISRAELITA DA NOVA ALIANÇA
Kehilat Israeli Brit Chadashá
Sede Nacional: Rua Padre Dehon, 1952 – Curitiba

(Rute 1:16)
De Rosh Yishai ben Yehudah

Para os Srs. Líderes Congregacionais e membros isolados: favor ler a todos.

Shalom U´Vrachot (Paz e bênçãos)

Há mais de 45 anos de fé, nunca nos envolvemos em posicionamento político, até por não vermos razão para tal. No entanto, nestes últimos sete anos de teshuvah, quando estamos vivenciando muito conhecimento do Eterno, podemos perceber e sentir o grande perigo que já está pesando sobre a nação brasileira e, consequentemente, sobre nossa congregação.

O atual governo federal tem demonstrado uma política clara contra Israel e a favor de governos radicais e contrários, como o do Irã, governado pelo sr. Marmud Armadinejad, o de Hugo Chaves, da Venezuela e o de Ivo Morales, da Bolívia e de Cuba, Fidel Castro. Ademais, fomos informados de projetos como a legalização do aborto até os nove meses de gestação, união (casamento) estável de homossexuais dando-lhes status de família, leis de controle e censura, tributação de entidades religiosas (hoje isentas), etc.

Não podemos ficar indiferentes ou omissos, sob pena de sermos co-responsáveis pelo que vier.

Muito embora saibamos que a decisão não depende só de nossa comunidade, devemos ter uma posição firme e determinada quanto aos candidatos a que vamos eleger na próxima eleição e passarmos isto ao nosso povo. Pedimos a todos que passem estas informações a nossos membros, simpatizantes e aos seus amigos, ANTES de 3 de outubro.

Alguns partidos políticos e candidatos são contra nosso povo Israel. Lembramos que, mesmo que o candidato seja a favor, ele é obrigado a votar de acordo com a filosofia do partido, sob pena de ser até expulso e perder o mandato. Portanto, não adianta também votar em alguém somente porque ele é bom. Ele tem que fazer o que o partido determina.

Veja o que a Torah diz sobre os povos e suas relações com Israel:

“Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; em ti serão benditas todas as famílias da terra.”

“Orai pela paz de Jerusalém! Prosperarão aqueles que te amam.”

“Procurai a paz da cidade para onde vos desterrei e orai por ela ao SENHOR; porque na sua paz vós tereis paz”.

Não ignoramos as coisas boas feitas pelo atual governo federal, todavia, isto não significa que ele deve perpetuar-se no poder. Sua postura atual contra Israel, muda tudo! É um alerta para nós.

Ou vamos deixar que um governo que amaldiçoa a Israel, seja eleito por nós e por você?

QUEREMOS UM BRASIL, MALDITO?

Ademais, a candidata do atual presidente tem uma ficha muito negativa, de subversão e de atos terríveis, que a desqualificam para o cargo a que pretende. Ela, inclusive nos parece intolerante e nunca exerceu nenhum mandato político.

Os religiosos estão apreensivos sobre nosso futuro. Se você tiver internet, abra o youtube e veja este vídeo que fala do que deve vir por aí, caso o PT continue no governo federal, com sua candidata. É muito sério. Faça isto já:

Esperamos, desta forma, ter feito o nosso dever de orientar politicamente a nosso povo, para que não pequem e para que o Eterno possa continuar a abençoar-nos e não se aborrecer com a nação brasileira, tão sofrida com as injustiças e iniquidades dos homens da política.

Fraternalmente

Curitiba, 15 de setembro de 2010
Israel, 7 de Tishrei de 5771
Rosh Yishai ben Yehudah
PRESIDENTE

Prefeito da Cidade do México desencadeando “nova perseguição religiosa”

Prefeito da Cidade do México desencadeando “nova perseguição religiosa”

Matthew Cullinan Hoffman, correspondente na América Latina

CIDADE DO MÉXICO, México, 19 de agosto de 2010 (Notícias Pró-Família) — O porta-voz da

Arquidiocese da Cidade do México, Hugo Valdemar, está se manifestando e dando golpes fortes na elite política socialista, que está ameaçando a ele, o cardeal arcebispo da cidade e o cardeal arcebispo de Guadalajara, com medidas punitivas depois de comentários que condenaram a nova legislação a favor do aborto e do “casamento” gay na cidade.

Denunciando a “nova perseguição religiosa” iniciada por Marcelo Ebrard, chefe de governo da Cidade do México, que é motivada por “intolerância, ódio e instintos animalescos”, Valdemar advertiu que as medidas do prefeito poderão “desencadear uma guerra no país”.

Chamando as políticas de Ebrard de “escandalosas”, Valdemar o acusou de “usar toda a força do governo, do Estado, para ir contra os cidadãos”.

“É preocupante que uma autoridade governamental que está sujeita à observação, escrutínios e críticas por parte daqueles que ele governa, não consegue suportar críticas e usa todo o aparato de poder para reprimir dois cidadãos [Valdemar e Cardinal Juan Sandoval Íñiguez]. Isso só foi feito por ditadores como Pinochet e Francisco Franco, mas não é feito por um governo democrático que se gaba de ser a cidade da liberdade”.

Valdemar defendeu suas declarações que compararam as políticas de Ebrard ao “narcotráfico”, e expressou desacato diante das ameaças de Ebrard de adotar ações legais contra ele.

Na quarta-feira, Valdemar disse que “[Marcelo Ebrard] e seu governo têm criado “leis que são destrutivas para a família, que causam danos piores do que o narcotráfico”. Marcelo Ebrard e seu partido, o PRD, têm se esforçado muito para nos destruir”.

Apesar de uma queixa formalizada contra ele por “danos morais” por parte de Ebrard, Valdemar disse que ele poderia provar o argumento dele com as próprias estatísticas da Cidade do México, as quais mostram que houve 42.000 “assassinatos de crianças inocentes no útero de suas próprias mães”, enquanto só 28.000 morreram na guerra da nação contra os barões das drogas.

“Por esse motivo eu disse que as leis dele são perniciosas, perversas e provocam danos piores do que o crime organizado. Não tenho nada mais para demonstrar, isso é o que afirmo e sustento-o usando informações de seu próprio governo (do governo de Ebrard)”, disse Valdemar. Ele também declarou que é o governo da Cidade do México que é o causador de “danos morais” para a sociedade.

Cobertura anterior de LifeSiteNews:

Cardinal Has Proof Mexican Justices Were Bribed for Gay 'Marriage' Vote: Archdiocese http://www.lifesitenews.com/ldn/2010/aug/10081801.html

Mexican Cardinal Accuses Supreme Court Justices of Taking Bribes for Gay ‘Marriage’ Vote http://www.lifesitenews.com/ldn/2010/aug/10081701.html

Homosexual 'Marriage' Advocates Seek to Destroy Matrimony and Society Itself: Cardinal Archbishop of Mexico City http://www.lifesitenews.com/ldn/2010/aug/10081013.html

Mexican Supreme Court Imposes Homosexual 'Marriage" on Entire Country http://www.lifesitenews.com/ldn/2010/aug/10081003.html

Mexican Supreme Court Rejects Lawsuits against Capital's Gay 'Marriage' Law http://www.lifesitenews.com/ldn/2010/feb/10022401.html

Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com

Fonte: http://noticiasprofamilia.blogspot.com

Veja também este artigo original em inglês: http://www.lifesite.net/ldn/viewonsite.html?articleid=10082001

Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família o LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.

LAICISMO: UMA FORMA DE IMPOSIÇÃO DO ATEÍSMO - Governador mexicano é multado em 2 mil dólares por haver mencionado nome de Deus em campanha eleitoral

Governador mexicano é multado em 2 mil dólares por haver mencionado nome de Deus em campanha eleitoral

11, agosto, 2010

Multado por mencionar o nome de Deus! Acontecerá o mesmo no Brasil?
Edson Carlos de Oliveira

No passado, considerava-se delito blasfemar contra o nome de Deus, agora é crime mencioná-lo. Esse foi o caso do atual governador de Sinaloa, México, Mario López Valdez que venceu as recentes eleições para o governador e foi multado por ter, durante sua campanha eleitoral, pronunciado o nome de Deus.

O Tribunal Eleitoral do Poder Judiciário da Federação, órgão máximo na matéria no México, alegou a laicidade do estado e a proibição constitucional que proíbe o uso de expressões religiosas em disputa eleitoral, para justificar a punição.

Os Partidos derrotados ainda se acharam no dever de denunciar ao tribunal que Mario López invocou a proteção de Deus em outras ocasiões.

Como bem alertou o Professor Plinio Corrêa de Oliveira, em seu livro Revolução e Contra-Revolução, “o laicismo é uma forma de ateísmo. (…) Ele afirma a impossibilidade de se ter certeza da existência de Deus. De onde, na esfera temporal, o homem deve agir como se Deus não existisse. Ou seja, como pessoa que destronou a Deus.” (Parte I, Cap VII, pág 63, Art Press, 1998)

Fonte: http://www.ipco.org.br/home/noticias/governador-mexicano-e-multado-em-2-mil-dolares-por-haver-mencionado-nome-de-deus-em-campanha-eleitoral?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+ipco+%28IPCO+-+Instituto+Pl%C3%ADnio+Corr%C3%AAa+de+Oliveira%29

O erro dos bons: não acreditar na maldade dos maus

O erro dos bons: não acreditar na maldade dos maus

Fonte: http://www.ipco.org.br/home/america-latina/o-erro-dos-bons-nao-acreditar-na-maldade-dos-maus#more-3999


11, agosto, 2010
Padres e fiéis morrem por amor à Religião Católica
Nilo Fujimoto

Sob o título “México: político multado por citar Deus”, a agência Zenit noticia uma inaudita condenação: o Tribunal Eleitoral daquele país decidiu punir o candidato vencedor das eleições de 4 de julho no Estado de Sinaloa, Mario López Valdez, ao pagamento de dois mil dólares.

A Constituição mexicana é feita à medida do ideário anarquista de Mikhail Bakunin2, pensador russo que influenciou “Ricardo Flore Magón, líder do grupo Regeneración, que reunia jovens intelectuais contrários a ditadura de Porfírio Diaz.
O grupo lançou clandestinamente, em 1906, um manifesto de ampla repercussão, no qual se apresentaram as propostas que viriam a ser as linhas-mestras do texto constitucional de 1917”.

A Carta mexicana serviu de base para a Constituição de Weimar, inspiradora, por sua vez, das Constituições dos Estados atuais, incluindo o Brasil.

A Constituição mexicana de 1917 Determina a restituição das terras aos povos nativos, reformas educativa e econômica radicais, e reforma agrária. Cinco artigos da constituição mexicana de 1917 visavam especialmente reduzir a influência da Igreja Católica na sociedade mexicana. O artigo 3º exigia uma educação laica nas escolas. O artigo 5º ilegalizava as ordens monásticas.

O artigo 24º proibia o culto em público fora das igrejas, enquanto que o artigo 27º restringia os direitos de propriedade das organizações religiosas. Finalmente, o artigo 130º retirava aos membros do clero direitos cívicos básicos: padres e líderes religiosos estavam proibidos de usar os seus hábitos, não tinham direito de voto e estavam proibidos de comentar assuntos da vida pública na imprensa. O espírito anticlerical do governo estendia-se ainda a alterações superficiais de topônimos no sentido da sua laicização. Como exemplo, o estado de “Vera Cruz” foi rebatizado de Veracruz.

A resistência Cristera Plutarco Elías Calles, eleito presidente em 1924, aplicou as leis anticatólicas com todo o rigor e por todo o país acrescentando a sua própria legislação anticatólica. Em Junho de 1926, promulgou a “Lei de Reforma do Código Penal”, conhecida como Lei Calles. Esta lei previa penas específicas para padres e religiosos que se atrevessem a violar os artigos da constituição de 1917. Como exemplo, o uso de vestes religiosas em público era penalizado em 500 pesos. Um padre que criticasse o governo podia ser condenado a cinco anos de prisão.

A luta entre a Igreja e o estado no México, inicialmente pacífica através de boicotes ao comércio não comprando mercadorias,foi a causa de um conflito armado que ficou conhecido como a Guerra Cristera (também conhecida como Guerra dos Cristeros ou Cristiada) e que se desenrolou entre 1926 e 1929. A aplicação da Constituição mexicana – aqui a invocação da “sacrosanta” tolerância foi “esquecida” – levou ao martírio milhares de civis católicos, mas também, não foram poupados os sacerdotes. A Igreja Católica reconhece como mártires várias deles.

Talvez o mais conhecido seja o beato Miguel Pro. Este padre jesuíta foi executado por um pelotão de fuzilamento em 23 de Novembro de 1927, sem direito a julgamento, acusado de que as suas actividades sacerdotais desafiavam o governo. O governo de Calles esperava utilizar imagens da execução como forma de levar os rebeldes à rendição, mas as fotos produziram o efeito contrário. Após verem as imagens, que o governo mandara imprimir em todos os jornais, os Cristeros sentiram-se inspirados pelo desejo de seguir o exemplo do padre Pro como mártires por Cristo. Foi beatificado em 1988.

Em 21 de Maio de 2000, o papa João Paulo IIcanonizou um grupo de 25 mártires deste período (haviam sido beatificados em 2 de Novembro de 1992). Na sua maioria eram padres que não pegaram em armas, mas que se recusaram a abandonar as suas paróquias, tendo sido executados pelas forças federais.

O PNDH3 e a Constituição mexicana na comparação das propostas do PNDH3 e os artigos da Constituição mexicana surgem semelhanças que não são meras coincidências, pois se trata da transformação do ideário socialista em “ações programáticas” e conseqüentemente destruição da Civilização Cristã. Para conhecer melhor como se concretizará leia, neste mesmo site, a matéria “Sob pretexto de direitos humanos, a escalada da PERSEGUIÇÃO RELIGIOSA – Para os brasileiros: Omitir-se ou resistir?” (http://www.ipco.org.br/home/wp-content/uploads/2010/05/PNDH_3_artigo_02.pdf)

Para exemplificar cito trecho da pag. 150 do decreto nº 7.037, de 21 de dezembro de 2009, com inserções de comentários entre conchetes: “Educação e Cultura em Direitos Humanos” “A educação e a cultura em Direitos Humanos visam à formação de nova mentalidade coletiva para o exercício da solidariedade, do respeito às diversidades e da tolerância. Como processo sistemático e multidimensional que orienta a formação do sujeito de direitos, seu objetivo é combater o preconceito, a discriminação e a violência, promovendo a adoção de novos valores de liberdade, justiça e igualdade.”

Fica claro que a intenção última do PNDH3 é produzir mediante “processo sistemático e multidimensional” uma “nova mentalidade coletiva”. Ora, a “mentalidade coletiva” vigente em nossa sociedade ainda é, pese encontrar-se em constante deterioração, a cristã. E é objetivo formal dos seis eixos orientadores subdivididos em 25 diretrizes e seus objetivos estratégicos (82) e (finalmente) 521 ações programáticas que compõem o PNDH3 “combater o preconceito, a discriminação e a violência” gerados pela mentalidade cristã, evidentemente.

No parágrafo seguinte, lê-se: “A educação em Direitos Humanos, como canal estratégico capaz de produzir uma sociedade igualitária, extrapola o direito à educação permanente e de qualidade.

Trata-se de mecanismo que articula, entre outros elementos:

a) a apreensão de conhecimentos historicamente construídos sobre Direitos Humanos e a sua relação com os contextos internacional, nacional, regional e local;”[é a implantação do ”materialismo histórico e dialético” de Karl Marx e Friedrich Engels.]

b) a afirmação de valores, atitudes e práticas sociais que expressem a cultura dos Direitos Humanos em todos os espaços da sociedade;

c) a formação de consciência cidadã capaz de se fazer presente nos níveis cognitivo, social, ético e político;

d) o desenvolvimento de processos metodológicos participativos e de construção coletiva, utilizando linguagens e materiais didáticos contextualizados; [idem comentário a item “a”.]

e) o fortalecimento de políticas que gerem ações e instrumentos em favor da promoção, da proteção e da defesa dos Direitos Humanos, bem como da reparação das violações.” [aqui se pode vislumbrar a ponta de uma perseguição: quais reparações?]

O dever de resistir

A prudência é a virtude que dispõe da razão prática para discernir, em toda circunstância, nosso verdadeiro bem e escolher os meios justos para realizá-lo. A razão nos indica que é necessário agir enquanto há tempo para evitar o dano maior; os meios justos são as ações – sempre dentro da Lei de Deus e dos homens – que o Instituto Plinio Correa de Oliveira vem praticando, una-se a elas. “Deus vult” – Deus o quer.

Notas:
1http://www.zenit.org/article-25657?l=portuguese
2Mikhail AleksandrovitchBakunin (Premukhimo, 30/05/1814 — Berna, 1/07/1876),
Nascido no Império Russo de uma família proprietária de terras de linhagem nobre. Bakunin é lembrado como uma das maiores figuras da história do anarquismo. Ele segue sendo uma referência presente entre os anarquistas da contemporaneidade, entre estes, nomes como Noam Chomsky.
Participou da Primeira Internacional como articulador e foi expulso dela por Karl Marx por discordar deste quanto à necessidade da implantação de uma “ditadura do proletariado”. Anarquistas sociais e marxistas compartilham o mesmo objetivo final, a criação de uma sociedade livre e igualitária, sem classes sociais ou estado, eles discordam amplamente em como alcançar este objetivo.
Bakunin foi também acusado de ser um autoritário enrustido. Em sua carta para Albert Richard, ele escreveu que “existe apenas um poder e uma ditadura que enquanto organização é salutar e plausível: é aquela que é uma ditadura coletiva e invisível, daqueles que estão aliados em nome de nosso princípio.”
3 Fábio Konder Comparato, “A Constituição Mexicana de 1917”, http://
www.dhnet.org.br/educar/redeedh/anthist/mex1917.htm

PNDH-3 "MONSTRENGO JURÍDICO", afirma o Dep PAES DE LIRA - SP

Fórum “As ameaças do PNDH-3 continuam” demonstrou que a luta está apenas começando

Fonte: http://www.ipco.org.br/home/noticias/forum-%e2%80%9cas-ameacas-do-pndh-3-continuam%e2%80%9d-demonstrou-que-a-luta-esta-apenas-comecando?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+ipco+%28IPCO+-+Instituto+Pl%C3%ADnio+Corr%C3%AAa+de+Oliveira%29

30, agosto, 2010

Conferencistas fizeram uma abordagem ampla e esclarecedora sobre as ameaças do PNDH-3
A noite do dia 26 de agosto ficará marcada na memória dos mais de 300 participantes do Fórum “As ameaças do PNDH-3 continuam”, bem como para as cerca de 100 pessoas que assistiram ao evento pela internet.

O auditório, que comportava no máximo 280 pessoas, ficou lotado, com muitas pessoas de pé. Os conferencistas dissertaram sobre os perigos do PNDH-3 de forma clara e com bastante entusiasmo, levantando pontos principais desse Plano que nada mais é que um socialismo mal disfarçado que visa fazer do Brasil uma nação presa em teias comunistas e caminhando para o caos familiar, social, político e econômico.

Fórum

Dr. Ives Gandra: “não há nada a salvar-se deste plano”

O professor e jurista, Dr. Ives Gandra Martins, discorreu sobre as inconstitucionalidades do PNDH-3, apontando um cenário “apocalíptico” se tal Plano entrar em vigor no Brasil.

Segundo ele, o PNDH-3 se inspira na mesma linha mestra das “constituições bolivarianas” da Venezuela, Bolívia e Equador. Em outros termos, acaba o equilíbrio atualmente existente entre Legislativo, Executivo e Judiciário, e a balança acaba pendendo para o lado do Executivo. Mas com um detalhe: o poder fica nas mãos de pequenos conselhos “comunitários” – leia-se “sovietes” – condicionados à Secretaria de Direitos Humanos – leia-se “Soviet Supremo”, como na Rússia comunista.

De acordo com o Professor Gandra, este é um caminho para a ditadura nos moldes socialistas, como ocorre em Cuba. Ele finalizou sua exposição afirmando que: “não há nada a salvar-se deste plano”.

Já o deputado Paes de Lira, conhecido como um dos maiores opositores ao PNDH-3 no Congresso Nacional , chama o Plano de “monstrengo jurídico” e ressalta que ele não passa de uma carta revolucionária e totalitária a fim de controlar a vida da sociedade brasileira.

Dep. Paes de Lira: “O PNDH-3 é um monstrengo jurídico”

Ele se diz admirado ao ver o Estado apoiar o PNDH-3, que propõe a “desconfiguração” da família, promove a chacina de inocentes por meio do aborto e apóia a “desconstrução da heteronormatividade”. Ou seja, distinções entre o feminino e o masculino não serão levadas mais em conta, nem mesmo nas cartilhas escolares… cada um, seja homem ou mulher, poderá “escolher o que quiser”. Para Paes de Lira, o destino deste medonho Plano tem que ser a lata de lixo.

Em seguida, foi a vez do diretor executivo do Instituto Millenium, Doutor Paulo Uebel, pontuar os aspectos econômicos do PNDH-3. Dr. Uebel foi enfático ao afirmar que o PNDH-3 “distorce conceitos e inverte valores”. Ele proporciona privilégios escusos para baderneiros e “camaradas”, e persegue a virtude e o mérito.

Dr. Uebel: “O PNDH-3 distorce conceitos e inverte valores”

Ao analisar os cinco principais países do mundo com melhor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), o palestrante ainda demonstrou que TODOS têm economia de mercado, coisa que os articulistas do PNDH-3 querem extinguir, criando uma nação mais parecida com
Cuba, Irã e China, que não estão nem entre os 50 países com melhor IDH.

Infelizmente, por problemas de saúde, o príncipe Dom Bertrand não pôde estar presente no Fórum. Entretanto, enviou um orador substituto, o Sr. José Carlos Sepúlveda, para que expusesse as ameaças do PNDH-3 ao direito de propriedade.

Segundo ele, o PNDH-3 possui uma mentalidade atéia, e pretende substituir Deus pelo “deus” Estado. E é dessa mentalidade comunista que provém o ataque à livre iniciativa e à propriedade privada.

Ao ressaltar como deve ser a gestão de um governo, ele afirmou que governar não é administrar, mas sim orientar, cuidar e prover.
Sobre a reforma agrária, tão aclamada pelo atual Governo, ele enfatiza que “só tem promovido miséria e favelas rurais”, e este mal fadado movimento só tem como único fim acabar com a propriedade privada.

Sr. Sepúlveda: “O PNDH-3 possui uma mentalidade atéia”

Ao final, o Sr. José Carlos Sepúlveda fez as seguintes considerações:

“O Prof. Plínio Corrêa de Oliveira sempre afirmou em seus escritos que havia dois tipos de Brasil: o Brasil de superfície e o Brasil real. Pois bem: o Brasil real, aqui tão bem representado, vai acordando de seu letargo. Este Fórum traz uma nota de esperança. Se o Brasil real se levantar, e der um brado de alerta, grandes possibilidades há de que o PNDH-3 seja derrotado.”
Você já fez sua parte? Assine o cartão amarelo de advertência aos políticos brasileiros contra este “monstrengo jurídico” chamado PNDH-

3.
Seu apoio também nos ajudará a lutarmos contra este Plano que será a ruína do Brasil se aprovado. Faça uma doação de R$ 25, R$ 50, R$ 100 ou o que puder para o Instituto Plínio Corrêa de Oliveira. Assim, conseguiremos expandir ainda mais nossas campanhas pelo Brasil.
Fotos: Paulo R. Campos