Receba as postagens deste blog

7.10.13

NO CONGRESSO NACIONAL

“Quando os justos governam o povo se alegra, mas quando o injusto domina, o povo suspira.”  (Provérbios 29:2)


1.       A FPE - FRENTE PARLAMENTAR EVANGÉLICA impede missionária evangélica de participar de reuniões;
2.       Missionário Indiano VISHAL MANGALWADI fala para a FPE sobre a primazia dos valores de Deus para a soberania das nações.


A FPE - FRENTE PARLAMENTAR EVANGÉLICA impede missionária evangélica de participar de reuniões:
A entrada de pessoas na Câmara e Senado Federal são livres, assim como a participação em  reuniões que ocorrem em suas dependências, sendo impedido o pronunciamento verbal dos participantes, podendo ser autorizadas pelos parlamentares, em algumas ocasiões.

Ocorre que,  a entrada era livre nas reuniões administrativas dos parlamentares da FPE, mas,  após a divulgação do comportamento de alguns parlamentares evangélicos no Congresso Nacional, o Dr Fábio, assessor do Deputado Paulo Freire-SP, presidente da FPE,  passou a barrar a entrada da Missionária Evangélica Rozangela Alves Justino  na reunião da FPE, às terças-feiras, no Congresso Nacional, alegando que haviam assuntos a serem tratados somente entre os parlamentares. Mas a entrada não foi impedida para outros participantes, tais como missionários católicos, marqueteiros evangélicos,  etc, ficando evidente o intento de criar constrangimento para a Missionária Evangélica, ao cercear a sua participação na reunião.

Links do desagrado dos parlamentares:

A Deputada Benedita da Silva, PT-RJ, um dos alvos da crítica da missionária evangélica, conforme um dos links acima,  tem dirigido os CULTOS EVANGÉLICOS nas quartas-feiras, livremente, apesar de apoiar políticas abortistas, homossexualistas e de liberação sexual, declarando seguir as estratégias do seu partido,  o PT,  e ela tem o direito de agir de acordo com a sua consciência.  A missionária evangélica, Rozangela Alves Justino,  que apresenta os valores conservadores do evangelho,  fundamentados na Palavra de DEUS, teve a sua participação cerceada na reunião da FPE, coincidentemente, após as mensagens postadas em seu blog. Por sua vez, a missionária, enquanto cidadã e evangélica,  segundo a sua consciência, também tem o dever de mostrar para o povo evangélico que a Deputada Benedita da Silva que se diz evangélica vota sempre contra os valores cristãos. Também tem o direito de expressar a sua opinião acerca de suas observações quanto a forma de conduzir assuntos ligados a vida e à família no Congresso Nacional.

“O mundo é um lugar perigoso de se viver, não por causa daqueles que fazem o mal, mas sim por causa daqueles que observam e deixam o mal acontecer”. (1879-1955 Albert Eisnstein)

Há alguns anos, eu,  Rozangela Alves Justino,  venho acompanhando os projetos de leis que dizem respeito a vida e à família no Congresso Nacional. Inicialmente, fui bem recebida por alguns membros da FPE e seus assessores, mas há quase dois anos, passei a residir em Brasília, acompanhando o dia-a-dia dos parlamentares, e venho observando o que enquanto visitante não era possível.

Os políticos estão acostumados a serem eleitos e não acompanhados pelos eleitores. O povo brasileiro é o patrão que contrata funcionários e não fiscaliza o seu trabalho. Muitos brasileiros esquecem, inclusive, em quem votou. Com o acompanhamento diário e sinalização para parlamentares e assessores acerca da condução destes com relação aos projetos de interesse da vida, família, igreja evangélica e povo brasileiro, o tratamento da FPE mudou para comigo. Mas, isto ocorre porque estou sozinha no parlamento. Precisamos urgente, de missionários no Congresso Nacional para acompanhar o trabalho dos parlamentares e informar os seus feitos ao povo de DEUS, seus eleitores.

Acredito que eu seja a única missionária evangélica a acompanhar os projetos e leis e a observar o trabalho dos parlamentares, sem qualquer vínculo empregatício com qualquer deles. Deixo claro que o meu interesse no Congresso Nacional não é receber recursos financeiros dos parlamentares, nem de seus assessores, muito menos ser funcionária de qualquer deles, o que comprometeria o meu trabalho ao ter que rezar na cartilha do parlamentar e do seu partido político.

Mas, tem sido árduo este trabalho! A constatação das manobras políticas, acordos com o governo petista, aprovação de seminários realizados no Congresso Nacional em prol da liberação sexual das crianças, tem me deixado indignada com a FPE e em muitos momentos já saí do Congresso Nacional chorando de tristeza, bem como inundada por um espírito de medo da FPE.

Há alguns meses, numa reunião administrativa, quando o Presidente da FPE foi o Deputado João Campos, foi ventilada a possibilidade de processar pessoas que pudessem “denegrir” a imagem de componentes da FPE. Numa reunião mais recente com assessores, em que eu questionava uma das assessoras da FPE, outro assessor voltou a falar em processar-me ao questionar as orientações liberais aos parlamentares por parte de tal assessora. Como se não bastassem os ativistas gays, agora, sou passível de ser processada, também pela FPE.

Missionário Indiano VISHAL MANGALWADI fala para a FPE sobre a primazia dos valores de Deus para a soberania das nações.

Na semana passada,  a entrada na reunião da FPE foi liberada, e  então pude participar com liberdade.  É que a FPE estava recebendo o visitante: Missionário VISHAL MANGALWADI, que fez uma excelente pregação alertando os parlamentares acerca de pontos importantes, tais como:

1.       Deus criou as nações, portanto as nações são importantes para Deus;
2.       Os valores fundamentados nas Escrituras são essenciais para a soberania das nações, tais como,  o casamento somente entre o homem e a mulher;
3.        A liberação sexual leva estados à falência, como Detroit, não divulgado pela mídia, para não denegrir a imagem dos EUA;
4.       O secularismo destrói as nações,  e quando os valores cristãos permeiam as políticas das nações elas crescem economicamente.
Espero  que a pregação do Missionário Indiano tenha alcançado o coração dos parlamentares evangélicos de forma que o discurso deles (para agradar a todos) se assemelhe as suas ações no Congresso Nacional.
Ressalto que existem muitos parlamentares sérios na FPE, a maioria silente, omissa; outra parte parece confusa, mal assessorada; há os que são eleitos pelos evangélicos, mas não querem militar em temas ligados à vida e à família sob a alegação de não ter sido eleito pela igreja, como é o caso do Deputado Jhonatan de Jesus,  da igreja do Evangelho Quadrangular, eleito em RORAIMA. Há os que estão no Congresso Nacional somente para aparecerem diante de situações que os favoreçam politicamente, e trabalham em prol dos seus próprios negócios.
É preciso construir uma nova FPE composta por parlamentares verdadeiramente CONSERVADORES E FUNDAMENTALISTAS (conservam os valores cristãos e tem a sua conduta fundamentada no cristianismo).  Se isto não ocorrer, a nossa nação sofrerá conseqüências negativas, conforme alertou o Missionário Indiano, creio que enviado por Deus para alertar os parlamentares evangélicos, dando-lhes nova oportunidade de se reposicionar diante de Deus, do povo de Deus e do povo brasileiro.
O GIGANTE acordou e o povo brasileiro planeja ataques ao poder público devido à impunidade dos parlamentares envolvidos com a corrupção. A esperança era a FPE que ainda está em tempo de se arrepender e se reposicionar diante de DEUS e da sociedade,  pois  A ardente expectativa da criação aguarda a revelação dos filhos de Deus.” (Romanos 8:19)

Mas, se os filhos de DEUS não se arrependerem e nem se manifestarem em prol da justiça, conforme orientação de DEUS, certamente, o nosso DEUS irá permitir a depredação do patrimônio público, como já vem acontecendo, infelizmente, no Rio e São Paulo, e certamente chegará aos TRÊS PODERES. Vejam o ponto em que chegou o nosso país: http://estadao.br.msn.com/ultimas-noticias/story-protestos-pelo-brasil.aspx?cp-documentid=260440315

Nenhum comentário:

Postar um comentário