Receba as postagens deste blog

3.12.12

Imperialismo Cultural - versão completa em português

  • A LIBERAÇÃO SEXUAL PARA  A EPIDEMIA DA AIDS COMO POLÍTICA DE CONTROLE DE POPULAÇÃO

    A correlação entre a epidemia da AIDS e as políticas gaysistas para impor o controle de população nas nações é uma realidade cruel! Veja neste filme quem são os autores de tamanha violência contra  a humanidade!

    http://youtu.be/HbjAFUGQ3Xg

    Por que o governo brasileiro vem impondo políticas públicas em nome  "dos direitos sexuais e reprodutivos"?

    Por que a Câmara dos Deputados Federais não impediu a realização do  9º Seminário  LGBTT, ocorrido no dia 15 de maio de 2012,  para liberar as nossas crianças para o sexo gay? Não seria este um atentado cruel e violento contra as crianças brasileiras?

    A imposição da cultura gaysista, em nome dos direitos sexuais,  é uma violência sem igual contra a humanidade! Mais uma forma de redução drástica da população mundial!

    O filme nos mostra que a  ONU e EUA estão interessados em promover a liberação sexual na África, o que tem elevado o índice de mortalidade na população.

    Entendemos que isto também vem ocorrendo no Brasil,  através das políticas que visam “os direitos sexuais e reprodutivos” e  direitos especiais em função “do  gênero da orientação sexual”.

    Que interesses tem o  governo brasileiro em apoiar políticas gaysistas para a nossa nação? Que interesses tem o Sistema Conselhos de Psicologia em fazer o mesmo?

    Por que ao invés de políticas para a liberação sexual e direitos do movimento gay,  não aprovamos políticas para pessoas que queiram deixar a atração pelo mesmo sexo?

    Por que não aprovamos o PDC 234/2012, tramitando no Congresso Nacional?

    Por que o juiz não dá parecer favorável à ação do MPF-RJ para anular a Resolução 01/99 do CFP?

    Por que os juízes não dão ganho de causa para a psicóloga Rozangela Alves Justino, que pleiteou a anulação da CENSURA PÚBLICA que recebeu em 1999, porque apoiava pessoas que voluntariamente desejavam deixar a atração pelo mesmo sexo?

    Por que os profissionais não podem falar publicamente que pessoas podem deixar a atração pelo mesmo sexo e sentir atração sexual pelo sexo oposto, após atendimento psicoterápico e o apoio de grupos de apoio e mútua-ajuda? Este também foi um dos motivos da perseguição gaysista e condenação do CFP à psicóloga Rozangela Alves Justino, amordaçando-a.

    Por que os profissionais cristãos evangélicos são desqualificados profissionalmente quando se dispõem a apoiar pessoas que querem deixar a atração pelo mesmo sexo? Este também foi um dos motivos da condenação da psicóloga Rozangela Alves Justino pelo CFP.

    Neste filme, observamos a luta dos africanos para salvar o seu povo do extermínio da AIDS devido à  liberação sexual e promoção dos direitos do movimento gay. Também podemos entender o motivo da perseguição religiosa, através do filme.

    Vejam a  receita acertada dos africanos para preservar o seu povo da morte, para preservar a sua cultura: abstinência e fidelidade no casamento. Por que no Brasil não seguimos este modelo?

    Que outras perguntas você gostaria de fazer?

    O que você pode fazer para preservar a sua vida, a da sua família, a sociedade brasileira?

Nenhum comentário:

Postar um comentário