Receba as postagens deste blog

20.7.09

PERSEGUIÇÃO AOS PRECONCEITUOSOS

20/07/2009
PERSEGUIÇÃO AOS PRECONCEITUOSOS



Jovem sendo perseguido na truculenta era da ditadura militar no final dos anos 60; contexto pertinente á ditadura moral atualmente em voga.



Um jovem aparentando ter pouco mais de 30 anos. Excessivamente magro, de aspecto doente, portando uma sonda em seu nariz para facilitar a respiração e com o corpo curvado. Mais uma vítima da Aids. Este foi o homossexual que abordou minha esposa com o intuito de ser ajudado em um evento de assistência social a menores infratores.

De súbito, ela se lembrou da verba destinada pela Prefeitura de Ribeirão Preto para a realização da 5a parada gay no município. Dinheiro que poderia ser investido na área da saúde para otimização no tratamento destes pacientes. Além de evidenciarmos o repúdio que este comportamento que tem levado muitos a se enveredarem pelo letal caminho do HIV merece, lutarmos, consequentemente, pela queda deste índice.



Recebi alguns e-mails da psicóloga Rozângela Justino e outro de um colaborador e militante que recebe nossos artigos por e-mail sobre a perseguição do Conselho Federal de Psicologia que quer, a todo custo, cassar a licença de Justino (leia o post abaixo). Seu “crime de preconceito?” Ajudar, há mais de 20 anos, utilizando as técnicas da psicologia, pessoas que querem deixar o homossexualismo por estarem “em estado de sofrimento, acometidas pela orientação sexual egodistônica [caso em que a homossexualidade é sinônimo de sofrimento para o indivíduo]”.



Como afirmei no artigo ‘COMBATE AO PRECONCEITO’, posicionar-se de maneira contrária ao comportamento homossexual visando o bem estar de indivíduos devotos a tal prática é definido, segundo a filosofia da sociedade moderna, como preconceito. O “louvável” exercício da ‘liberdade gay’ e a luta contra o “preconceito” consistem, não apenas na disseminação da prática homossexual, mas na providência de meios e alternativas que, na esmagadora maioria dos casos, os levarão ao triste destino do jovem que abordou minha esposa em busca de ajuda. Tal veracidade é apenas questão de tempo...



Um país que persegue aqueles que se posicionam pelo bem estar do ser humano e que venera os que, sem nenhum sentimento de compaixão, querem promover o exercício de uma liberdade inócua e fatal, está fadado á ruína. A proposta destes “militantes” é a seguinte: Deixe o indivíduo fazer o que ele deseja. Ele que arque com as conseqüências de suas escolhas. Fato que ilustra bem o provérbio do sábio Salomão; “Há caminhos que ao homem parecem direito. Mas ao final são caminhos de morte”. (Provérbios 16:25).



Se, afinal, lutar por uma moralidade excelente capaz de impedir que um indivíduo seja destruído pela insanidade de sua conduta é ser taxado de “preconceituoso”, declaro-me culpado por este “crime”. Afilio-me á militância de Justino que, assim como eu e todos aqueles que desejam a “utopia” de uma sociedade restaurada, não mede esforços para o alcance de tão desafiador objetivo. Algo que somente é possível, quer aceitem ou não, pelo estabelecimento não de meros preceitos morais, filosóficos ou religiosos, mas da suprema Palavra de Deus que gera o cumprir pleno da profecia que diz “Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo”. (II Coríntios 5:17). É exatamente o que Justino tem feito, repito, há mais de vinte anos. Por isso, querem impedi-la. No entanto, devemos nos lembrar que o estabelecimento de uma sociedade melhor, oriunda do manifestar do Reino de Deus sobre a humanidade, demanda esforços (Evangelho segundo Mateus 11:12)... Por isso, Jesus nos adverte; "Quem não é por mim é contra mim, quem comigo não ajunta, espalha" (Lucas 11.23). De que lado você ficará? Dos “preconceituosos” que rechaçam tal comportamento por desejarem o bem estar do ser humano, ou dos que querem apenas ver o “circo pegar fogo”? Jesus também profetiza; “Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus. Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguiram e, mentindo, disserem todo mal contra vós por minha causa”. (Evangelho segundo Mateus 5:10-11).



Matheus Viana

Escrito por Profecia às 12h09

Nenhum comentário:

Postar um comentário