Receba as postagens deste blog

31.7.09

COntinuarei exercendo a minha profissão

Amados amigos e irmãos, agradeço a Deus pela vida de todos vocês que oraram e torceram por mim, por nós todos!

O CFP manteve a decisão do CRP-RJ condenando-me a censura pública. Isto significa que eles declararam que eu faço algo muito errado: apoiar pessoas que volutariamente desejam deixar a atração pelo mesmo sexo. No entanto, isto não me impede de exercer a profissão e muito menos as pessoas de procurarem apoio de qualquer profissional.

Os ativistas do movimento pró-homossexualismo continuarão me perseguindo para me impedir de exercer a profissão. Respondi na quarta-feira a mais um processo junto ao CRP-RJ. Por esta razão, precisamos manter o abaixo-assinado.

Estarei escrevendo uma mensagem mais detalhada durante a semana.
Paz e todo o bem.
Rozangela

16 comentários:

  1. Anônimo11:11 PM

    A igreja caminha de joelhos a teu lado.
    Que Deus continue te abençoando nesta missão árdua.

    Valeria - São Paulo/SP

    ResponderExcluir
  2. Rozangela.
    Sou médico, ateu (digo isso porque você é católica) e é minha opinião que errados são os que a combatem. Digo isso porque essas pessoas estão impedindo que você preste assistência a um paciente que sente necessidade de um auxílio.
    Como estou tomando conhecimento hoje, vou acompanhar seu caso para obter mais dados e, posteriormente, colocar minha assinatura no abaixo-assinado.
    Abraços do Famadas.

    ResponderExcluir
  3. Olá Rozangela!

    Primeiramente gostaria de deixar claro meu apoio a suas atividades. Não sou do tipo homofóbico (pelo contrário, tenho excelentes amigos homossexuais), e de fato acho que todos têm o direito de exercer suas opções sexuais livremente. E justamente por isso, acredito que trabalhos como o da senhora devem ser realizados, para que pessoas que estejam insatisfeitas com sua opção sexual possam mudá-la.

    O repúdio do movimento pró-homossexualismo me soa como, por exemplo, o repúdio de uma comunidade cristã à instalação de um templo muçulmano em redor, que trabalhará para "evangelizar" e mudar a opção religiosa dos cristãos de fé abalada em sua teologia. Ora, assim como as pessoas são livres para controlar a sua opção religiosa, sua opção política e sua opção esportiva, por que não podem ser livres para mudar de opção sexual, quando esta lhe faz infeliz??

    Bem, infelizmente há fundamentalismo de todas as formas e sabores; até na questão sexual! Sugiro que a senhora se arme de todas as evidências científicas e estudos de casos clínicos para dar suporte à sua prática e encare uma eventual audiência pública com elegância e destreza científicas.

    Boa sorte!!

    (Obs.: Embora seja sua crença, evite argumentações religiosas/teológicas nessas discussões. Não é adequado, e pode contar como "ponto negativo" à sua defesa.)

    ResponderExcluir
  4. A psicologia antes afirmava que o homossexualismo é um comportamento aprendido e não um fator genético. Gostaria muito de saber quais são os atuais postulados da psicologia neste sentido. Porque se, para a psicologia, o homossexualismo continua sendo classificado como "comportamento aprendido" e não um fator genético, então pode ser perfeitamente reversivel. O que tem mudado nos últimos 10 anos?

    Mas a despeito dos atuais postulados que regem a psicologia, sempre entendi também que a ciência é baseada na observação de fatos. Alguém do CFP procurou estudar o tratamento oferecido pela Dra. para então determinar sua efetividade (ou falta de efetividade)? Penso que se uma profissional pós graduada (cuja tese foi justamente a reversão da homossexualidade) opera no campo há 20 anos, deve ter havido algum sucesso que a motivou a continuar oferecendo tratamento por tanto tempo. Pergunto novamente: alguém levou em consideração as estatísticas de 20 anos de trabalho, ou estudou os casos bem sucedidos de reversão antes de determinar que "um psicólogo não pode prometer a cura do homossexualismo"?

    A pergunta é retórica. Apenas observo que se tal decisão não foi baseada na observação, então não pode ser considerada científica. É uma imposição influenciada por grupos de interesse alinhados com a agenda do movimento gay no Brasil. Parece que a Ditadura Gay está se instalando de facto na nação. Não há outro nome para um movimento que perverte até mesmo a ciência, silencia seus opositores e restringe a liberdade de expressão na promoção de seus interesses. Que se prepare a Igreja brasileira.

    ResponderExcluir
  5. Estou comovida com tudo isso, e creio que o homossexualismo seja uma doença, e sei que o que está acontecendo com vc é perseguição, e isso todos nós estamos submetidos,fica com Deus, Rejane Moraes

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Anônimo3:47 PM

    Graças a Deus e a sua fidelidade a Ele. Estou, neste momento, orando por sua vida para que Deus continue a protegê-la e não permita que calem esta voz de coragem e autenticidade em meio a tanta covardia e confusão. Concordo com seu posicionamento e identifico-,e com seu modo de pensar.
    Que Deus a abençoe.
    Ebenézer S. Ferreira Jr.
    Médico -CREMERJ 5238704-3

    ResponderExcluir
  8. Anônimo8:14 PM

    PARABENS, APOIADA, NUNCA ESMOREÇA. SEGURA NA MÃO DE DEUS E VAI...

    ResponderExcluir
  9. Anônimo9:38 PM

    CFP não tem vergonha na cara. Parabéns pela sua coragem em levantar-se contra essa ditadura ideológica. Tens a coragem de fazer o que eu não conseguiria.

    Fique com Deus!

    Rodrigo
    Psicólogo

    ResponderExcluir
  10. Rosangela, desde minha infância e adolescência eu me achava "diferente". Na idade adulta entrei para a prática da homossexualidade e num determinado momento acreditei que havia nascido gay e assim seria para o resto da minha vida. Graças que no meu caminho encontrei pessoas que ofereceram ajuda quando precisei. O CFP precisa entender que existem pessoas que estão MUITO insatisfeitas com uma vida na homossexualidade assim como eu estive. Desejo que você possa vencer esta batalha, pois vidas clamam por ajuda. Abraços, Saulo.

    ResponderExcluir
  11. Amanda10:51 PM

    Olá Rozangela, antes de mais nada, gostaria de parabenizá-la pelos ideais, e todo o propósito defendido.
    Ainda não li tudo, mas me interesso muito por estas análises, e principalmente, pela salvação de vidas fragilizadas, que necessitam do Senhor, e de pessoas, como a Senhora, para orientá-las e levá-las para o caminho do Pai.


    Paz, e que Deus te fortaleça sempre, te consolando com seu espírito.


    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. INTERCESSÃO pelas escolas!!! [droga,violência.homossexualismo,furtos,prostituição,falta de interesse na aprendizagem,tentativas de suicídio,transtornos mentais e emocionais]
    EU CREIO NO PODER DE DEUS!!!

    ResponderExcluir
  13. Olá Rosângela, parabéns pela iniciativa. São de pessoas corajosas assim que o planeta precisa.
    Iremos colocar apoio a sua iniciativa em dois grupos que moderamos na internet, grupos estes que auxiliam aqueles que querem deixar o estado homossexual.
    Que o Pai abençoe seu trabalho e lhe força e proteção!
    Apolônio
    Apolonio10@gmail.com

    ResponderExcluir
  14. Henrique Rossi4:50 AM

    Parabéns Rozângela,

    Apesar da diferença religiosa (sou católico), apoio integralmente sua iniciativa.

    Sucesso

    ResponderExcluir
  15. Antonio5:19 PM

    ROZANGELA, DEUS AS VEZES ESCREVE CERTO POR LINHAS TORTAS. EXPONHA A SUA LUTA, SEUS IDEAIS E A INJUSTIÇA QUE ESTA SOFRENDO, NAS MAIS ALTAS INSTANCIAS POSSIVEIS... JÁ É HORA DE SABERMOS SE AINDA TEMOS DIREITO A OPINIÃO. COMO NAÇÃO JÁ DISSEMOS NÃO A POLIGAMIA (SERA Q OS GAYS NAO VÃO QUERER EM BREVE TAMBEM QUEBRAR ESSA BARREIRA?), TAMBEM DISSEMOS NÃO AO INCESTO (SERA QUE DOIS IRMÃOS GAYS NAO IRÃO NUM FUTURO PROXIMO PLEITEAR ESSE DIREITO?), ENTÃO ACREDITO QUE TAMBEM AINDA SEJA TEMPO DE DIZER SIM A VERDADE... ABRAÇO, QUE DEUS TE ILUMINE

    ResponderExcluir